Cinecartaz

Sérgio Castro

Game Over Mr Eastwood

Magnifico filme!

Tão simples, quanto belo!

Clint Eastwood atingiu, talvez com este seu último filme?, o patamar que só está ao alcance dos verdadeiros Mestres do Cinema.

Não estará ao nível de um Ingmar Bergman ou de um Andrei Tarkovski... mas é um enorme realizador!

"The Mule" poderá não ser uma obra-prima do cinema, mas é um filme muito bom; tudo o que existe na Natureza Humana do melhor e do pior está neste filme.

Talvez destaque a CULPA no interior da consciência deste homem de 90 anos (na história real) que ao olhar para o "retrovisor da sua vida", amargurado pelo pai ausente, pelo marido falhado e pelo ex-soldado abandonado...

Tenta, no fim da sua vida, redimir-se dos "seus pecados", tentando cativar o afecto da sua neta, talvez procurando a redenção junto dos seus entes queridos; mas, tal como na natureza humana, tudo isso é mais complexo do que parece ser...

E na cena final, absolutamente magistral, do filme... perante o tribunal, acaba por se considerar "culpado"...

"Culpado"... não do transporte (the mule) da droga entre os EUA e o México... mas talvez, dos falhanços na sua vida afectiva e pessoal.

E ao ser encarcerado na prisão estadual... libertou-se dos seus demónios...e regressou ao amor da sua vida... cultivar as suas raras e belissimas flores!

"Sou culpado"... e assim, talvez termine, a carreira de um bom actor e um magnífico realizador de cinema!

Game Over Mr Clint Eastwood.

Publicada a 05-02-2019 por Sérgio Castro