Cinecartaz

Alina

Excelente, a não perder

Pensei que ia ver uma comédia e pronto. Mas não, isto é trágico-cómico... o trágico abunda. Torna-se "overwhelming", especialmente pelo trabalho excelente dos actores (gostei de ver o "Howard " do Big bangs aqui, muito bem, Meryl Streep no seu melhor como sempre, mas pergunto-me como conseguiu cantar tão ao lado? É que o som é horrível para os ouvidos; Hugh Grant esteve tão bem no papel ...! Muito bom)
Mas a história é predominantemente dramática, difícil, e se não formos tocados por ela não estamos bem. Irreal como tudo aquilo realmente aconteceu! Levanta questões muito importantes de ética, compaixão, de amor num patamar já muito elevado... ou estavam apenas a ser condescendentes? Ou a tirar proveitos?
Vejam e tirem as vossas conclusões.

Publicada a 15-09-2016 por Alina