Dias Perfeitos

Imagem Cartaz Filme
Foto
Votos do leitores
média de votos
Imagem Cartaz Filme
Foto
Votos do leitores
média de votos
Drama 123 min 2023 M/12 14/12/2023 ALE, JAP

Título Original

Hirayama é um homem calmo e satisfeito com a vida. O pouco tempo que lhe sobra do trabalho como empregado de limpeza, dedica-o aos simples prazeres da leitura, da música e da fotografia. Ele sente-se agradecido​ por aquilo que tem e sabe encontrar sentido em cada detalhe. O seu passado vai sendo revelado ao longo do filme, à medida que se vai cruzando com pessoas que lhe são próximas.

Em competição no Festival de Cinema de Cannes — onde Kôji Yakusho arrecadou o prémio de melhor actor —, um drama filmado no Japão por Wim Wenders, o aclamado realizador de Paris, Texas (1984), Palma de Ouro em Cannes, As Asas do Desejo (1987), Tão Longe, Tão Perto (1993), Viagem a Lisboa (1994), Buena Vista Social Club (1999), Pina (2011) ou O Sal da Terra (2014), que escreve o argumento a quatro mãos com Takuma Takasaki. PÚBLICO

Sessões

  • Porto

Críticas dos leitores

Dias Perfeitos

Joan Araujo

Duas culturas, a oriental e a ocidental, se expressam através de um cotidiano metódico, que atravessa o mundo inteiro, junto com a invisibilidade. Mas o humano e sua arte têm mais a dizer e a mostrar, mesmo quando aparentemente sem nada. O limpador, o arquiteto, o fotógrafo, o músico, o escritor, o cineasta. A arte promove encontros, não importa o lugar. Belíssimo.

Continuar a ler

Dias Perfeitos

Joana Silva

Quem conhece o Japão e não só Tóquio, sabe que o filme ilustra a cultura e mentalidade dos Japoneses. Nada do filme é inventado. As casas de banho em todo o lado são um luxo. É tudo extremamente limpo, ninguém deixa nada no chão, e nem há caixotes do lixo à vista. A vida simples é um must…

Continuar a ler

Dias perfeitos

Luz de Oliveira

Simplesmente maravilhoso. Seria bom que todos vissem, uma paz.

Continuar a ler

A beleza no cinema

Maria Manso

Dias perfeitos... um filme belo, quase sem palavras, mas humano... como a música de Lou Reed, simples, linda e também triste. A vida, a repetição, um sorriso e uma lágrima. É a condição humana. Ao ver o filme lembrei o " Mito de Sísifo"... no entanto, existe um bem estar incrível nos dias perfeitos, e senti que há muito tempo que não via um filme com 5 estrelas.

Continuar a ler

Dias perfeitos

Maria Soares

A demonstração de como não é preciso muito para viver feliz.

Continuar a ler

Felicidade simples

Alexandre

Um filme bonito de tão simples que é.

Continuar a ler

De acordo

Maria Cabral

De acordo com os comentários do Nuno Cabral em "FAKE ZEN" e da Carla em "TÃO SIMPLES COMO ISTO".

Continuar a ler

Dias perfeitos

Nuno Gil

Um tom no discurso expresssionista, bem como as personagens e os diálogos. Uma raridade e estranheza entre as relações familiares entre todos as personagens que interagem no filme. Um leve sopro de vento melancólico mas  belo��?��

Continuar a ler

Tão simples como isto

Carla

Não é um "Paris, Texas" ou um "As asas do Desejo". É a romantização de um solitário mal pago em Tokyo com muito brio em limpar casas de banho públicas. Cheio de clichés e sound bites. Vale pela qualidade da arquitetura das casas de banho públicas do Japão.

Continuar a ler

Dias Perfeitos

Ana Maria Coelho

A Felicidade são mesmo as coisas simples da vida. Filme maravilhoso, actor magnífico. Adorei.

Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!