Noutro País

Imagem Cartaz Filme
Foto
Votos do leitores
média de votos
Imagem Cartaz Filme
Foto
Votos do leitores
média de votos
Comédia Romântica 89 min 2012 M/12 30/05/2013 Coreia do Sul

Título Original

Da-reun na-ra-e-suh/In Another Country

Sinopse

<p>Uma jovem instala-se com a mãe numa pensão em Mohang, uma cidade costeira da Coreia do Sul. Para passar o tempo e, quem sabe, fazer algum dinheiro que as salve da ruína económica em que estão mergulhadas, decide escrever o argumento para uma curta-metragem. A história segue três francesas (todas interpretadas por Isabelle Huppert) que ali chegam como turistas. Cada uma tem as suas motivações pessoais, mas todas se alojam na mesma pensão, conhecem as mesmas pessoas e têm uma ligação com o atraente nadador-salvador que ali trabalha.<br />Realizado pelo sul-coreano Hong Sang-soo ("A Virgem e os Seus Amantes", "Noite e Dia"), um filme sobre as múltiplas possibilidades na vida de alguém na sua busca por si mesmo.<br />Em complemento, a curta "Fragmentos de Uma Observação Participativa", realizada pela dupla Filipa Reis e João Miller Guerra ("Orquestra Geração" e "Cama de Gato"), que mostra a condição dos emigrantes brasileiros em Portugal. PÚBLICO</p>

Críticas Ípsilon

Atribulações de uma francesa na Coreia

Luís Miguel Oliveira

Ler mais

Noutro País + Fragmentos de uma Observação Participativa

Jorge Mourinha

Ler mais

Noutro País + Fragmentos de uma Observação Participativa

Vasco Câmara

Ler mais

Críticas dos leitores

The Lifeguard

J.F.Vieira Pinto

O título engana mas...falamos de um filme sul coreano. Para a “argumentista”, os Lifeguards são “fixes”. Mais que isso, adoram turistas francesas. E Anne (uma Isabelle Huppert levíssima) será a personagem principal de três histórias...extra (ou pós) conjugais. <br />Uma versão sul coreana de Rohmer? Talvez! LMO cita Alain Resnais de “Fumar /Não Fumar” com o repetitivo (e imprescindível) “e então” ,em funções de “gingle”. Hong Sang-soo não pretende plagiar o mestre e opta pela sua própria “variação” de cena. Nada falta a esta sátira de bons (e maus) costumes – a cena em que o monge se vê “desprovido” da sua caneta “de marca” é simplesmente genial. <br />“Noutro País” vê-se com enorme prazer. Este “outro” país, que em nada parece diferir dos outros mais a ocidente. O resultado é, no mínimo, hilariante. A ver, sem qualquer desculpa extra.(****)
Continuar a ler

Simples e bom

Rui Pedrosa Franco

Um filme que nos provoca constantes sorrisos (e até mesmo gargalhadas), simples e despretensioso, provando que basta uma boa ideia para fazer bom cinema.
Continuar a ler

Outro país e então ...?

José de Almeida

O porquê de tantas boas notas dos criticos deixa-me perplexo. Filme interessante mas pouco divertimento e nada para reflectir depois. Insípido.
Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!