Cristóvão Colombo - O Enigma

Votos do leitores
média de votos
Drama 70 min 2007 M/6 10/01/2008 FRA, POR

Título Original

Cristóvão Colombo - O Enigma

Sinopse

Emigrado para os Estados Unidos nos anos 40, Manuel Luciano volta a Portugal para estudar. Regressa aos Estados Unidos, licenciado em Medicina, mas a paixão pela investigação histórica leva-o ao mistério sobre a verdadeira naturalidade de Cristóvão Colombo. Em Portugal, casa com a jovem Sílvia Jorge. Na companhia de Sílvia, Manuel percorre, em Portugal e nos Estados Unidos, os locais ligados aos Descobrimentos portugueses, procurando desvendar o mistério que o inquieta desde a juventude. A demanda leva-os até à ilha de Porto Santo, onde Colombo viveu e onde acreditam ter encontrado pistas que os aproximam da verdade. <br /> "Cristóvão Colombo - o Enigma" é inspirado no livro "Cristovão Colon era Português", de Manuel Luciano da Silva e Sílvia Jorge da Silva. Manoel de Oliveira não quis transformá-lo num filme histórico ou com um carácter biográfico ou científico, mas sim evocar de forma romanesca o grandioso empreendimento dos Descobrimentos, mostrando que Colombo era afinal português, nascido na vila alentejana de Cuba, e por isso esse foi o nome que deu à maior ilha que descobriu no mar das Antilhas. PÚBLICO

Críticas Ípsilon

Cristóvão Colombo - O Enigma

Vasco Câmara

Ler mais

Mistérios no nevoeiro

Luís Miguel Oliveira

Ler mais

Cristóvão Colombo - O Enigma

Mário Jorge Torres

Ler mais

Críticas dos leitores

De fugir

jpcfernandes

Confesso n�o estar particularmente familiarizado com a obra de Manoel de Oliveira, o que at� pode ser positivo; pode-se dizer este � como um "olhar de crian�a".<BR/>Eu acredito que hajam pessoas que tenham visto um filme diferente, mas o filme que eu vi foi certamente o pior de origem europeia que vi em muito tempo. Eu acredito que para um cr�tico deve ser arriscado criticar uma figura que tem estatuto de "j�ia da coroa", mas eu, como n�o sou cr�tico nenhum, posso dizer abertamente, por exemplo, que n�o fa�o a m�nima ideia porque � que os actores se conduzem de uma forma t�o amadoramente desplicente. E o argumento? Parece mais ter sa�do da caneta de um mi�do do secund�rio. Friso que isto pretende ser nenhum insulto, � mesmo a minha opini�o, ainda que brutalmente honesta.<BR/>Sinceramente, deixa-me completamente perplexo que se possa elogiar o que quer que seja deste filme. Nem o or�amento � desculpa, t�m-nos chegado bel�ssimos filmes tamb�m eles com or�amentos que imagino relativamente modestos: o "Luzes no Crep�sculo" e mais recentemente o "4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias". para dar exemplos.<BR/>Enfim, se isto � o melhor que fazemos, ent�o eu atrever-me-ia a dizer que o cinema portugu�s precisa urgentemente de reavalia��o de padr�es de qualidade.<BR/>
Continuar a ler

N�o era possivel fazer melhor?

Francisco Batista

O tema � bastante interessante mas foi abordado de uma forma muito pobre. Este filme n�o visa ser um document�rio, logo, � fraco de conte�dos! <BR/><BR/>Quem escolheu os actores? Louvo a sua coragem ,mas muito fraquinhos.<BR/><BR/>Se o or�amento era pouco, bem podiam ter deixado as filmagens por Portugal continental e Madeira.<BR/><BR/>N�o aconselho!
Continuar a ler

Uma Desilus�o....

Jo�o Fortuna

Para quem como eu est� habituado a acompanhar a cinematografia do mestre Manoel de Oliveira, esperava muito mais do filme. Afinal, depois de o ver, fiquei sem saber porque motivo Cristov�o Colombo � portugu�s, ou ser� que o realizador partiu da suposi��o de que os cine espectadores conheciam a tese do Dr M.L. Silva<BR/>Apesar de alguma descontinuidade narrativa, presumo eu, por causa de ser uma adapta��o (quase) livre do livro desse investigador, temos uma exuberante fotografia sobretudo do mar portugu�s, afinal � um tributo ao nosso esp�rito de aut�nticos lusitanos.<BR/>Numa �poca em que cada vez mais a nossa identidade se vai diluindo, aproveita este filme como "memoriam". � pena que esteja muito aqu�m de "Palavra e Utopia, um excelente tributo � nossa portugalidade.
Continuar a ler

Podia estar bem melhor...

Luis

Fui ver o filme com expectativa.. mas sa� frustado... Nas cenas dialogadas nota-se claramente que os actores esta�o a ler cart�es... A figura da menina (anjo?) que vai aparecendo, nunca � explicada... representa o qu�? A p�tria?, a r�publica? Depois o filme segue claramente a o livro e a figura de Luciano da Silva, quando � sabido que foi Mascarenhas Barreto que postulou pela primeira vez a ideia que Colombo era Portugu�s... Ali�s, no filme a teoria portuguesa das origens de Colombo � mal explicada, e o espectador acaba por perceber pouco a como se chegou a essa conclus�o... Enfim... podia ter sido bem melhor... das poucas coisas boas do filme foi ver que Manuel Oliveira continua em boa forma f�sica nos seus 99 anos... Bem haja
Continuar a ler

Financiamento?

carlos brigas

<BR/>N�mero de espectadores vs valor total de financiamento do estado portugu�s?<BR/><BR/>Ser� interessante analisar este r�cio.<BR/><BR/>Ou povo tem que ser educado?
Continuar a ler

Exibi��o precisa-se

Fernando

Estupefacto verifico que no sul do pa�s este filme n�o est� em exibi��o!!! Quando o poderemos ver???????
Continuar a ler

Da hist�ria e os seus dem�nios

Lu�s Coelho

Filme interessante este o que Manoel de Oliveira construiu. Mas muito tendencioso em termos de historiografia. � perigoso construir um filme com base em presun��es de amadores. Enquanto pel�cula � interessante. Mas possui interpreta��es do piorio. Parece um filme interpretado por mi�dos amadores!
Continuar a ler

700000

Wilson

...e recebeu 700 mil euros de apoios do Minist�rio da Cultura.<BR/><BR/>Mas algu�m vai ver esse filme?
Continuar a ler

Li o livro...

MC

... n�o compreendo essa comunidade cientifica que falam. Os factos s�o claros, genoves nem pensar ib�rico de certeza, talvez cristao-novo (ex?) judeu de certeza, iletrado nem pensar filho de nobres de certeza.<BR/><BR/>Os nossos historiadores s�o uns cobardes.
Continuar a ler

...que enigma?

Fernando Bento

Um tema t�o importante como a verdadeira origem de Salvador Fernandes Zarco (Colon ou colombo) merecia sem duvida um filme sobre o pr�prio, n�o sobre a personalidade "gabarolas" de um velho retratado no filme de nome Manuel Luciano da Silva cuja a utilidade na resolu��o deste pseudoenigma n�o me merece qualquer coment�rio.<BR/><BR/>A import�ncia nem sequer � o enigma, porque este est� mais que desvendado gra�as a um senhor de nome Augusto Mascaranhas Barreto que decifrou o monograma e a sigla de C�lon atrav�s das bulas papais no Vaticano. Foi ele que documentalmente provou a verdadeira identidade de Colombo, ou melhor, Salvador Fernandes Zarco (nome de baptismo e verdadeiro de c�lon). Foi tamb�m com base na informa��o do livro de Augusto Mascaranhas Barreto �Crist�v�o Colombo, agente secreto de D Jo�o II� e do pr�prio Augusto Mascarenhas Barreto que Jos� Rodrigues dos Santos baseou e escreveu o seu Livro �O codex 632�.<BR/><BR/>O problema aqui � que se esqueceu do mais importante, ou pelo pelo menos n�o foi invocado como deveria, Salvador Fernandes Zarco (Colombo\C�lon), n�o deveria ser esta a personagem principal? �este n�o � o filme que a comunidade cientifica portuguesa e muito menos mundial precisa, ali�s o filme � t�o mau, a abordagem � t�o ineficiente que o efeito � totalmente contr�rio aquilo que se propunha. O gui�o, os di�logos, as personagens, a demora de planos sempre est�tico, sem ritmo, de esperar e desesperar, enervante, irritante, enfim, � tudo t�o mau. <BR/>O inicio at� prometia muito mas perdeu-se logo nos primeiros minutos, e na primeira pessoa da Silva e de coisas t�o rid�culas que nem vale a pena referir.<BR/>� p�ssimo, este filme nem deveria ser exibido, em vez de suscitar a discuss�o, o interesse dos portugueses sobre a import�ncia da nossa historia e sobre Salvador Fernandes Zarco (Colombo\C�lon) ficamos a pensar que �treta� � aquela, a abordagem ao tema � t�o incorrecta, t�o desproporcionada que nada se percebe principalmente para quem nunca ouviu falar de c�lom e �fica-se no descr�dito total. <BR/><BR/>Temos um pa�s que atrav�s do nosso governo e da comiss�o nacional dos descobrimentos nunca mostrou qualquer interesse no tema, tudo devido a rela��es e liga��es subservientes e sujei��es em rela��o �s conveni�ncias dos espanh�is e italianos que reivindicam a nacionalidade de Colombo, o que � normal e uma caracter�stica muito �portuga� de nos agacharmos e colocarmo-nos de gatas perante os estrangeiros. <BR/><BR/>Somos insultados pelos estrangeiros, entramos no jogo deles, dizem que n�o sab�amos navegar, que o D. Jo�o II era burro porque deixou que Colombo fosse para ocidente, por n�o saber que a terra era redonda, quando o pr�prio emblema de D. Jo�o II � a esfera armilar (que est� hoje adoptada pelos espanh�is como s�mbolo da Exposi��o Universal que eles v�o ter em Sevilha). <BR/><BR/>Os espanh�is � que ainda precisaram de sete anos para ver que o mundo era redondo... E como curiosidade, � bom saber que os desgra�ados dos arquitectos do pavilh�o portugu�s dessa Exposi��o Universal, consideraram "uma saloiice" a utiliza��o dos s�mbolos portugueses, a esfera armilar e a cruz da Ordem de Cristo, no pavilh�o de Portugal. S�o a degrada��o da arquitectura simb�lica. Mas, evidentemente, essa gente est� muito bem enquadrada na escumalha da Comiss�o dos Descobrimentos. <BR/>E os espanh�is que o acusaram de ser um traidor, um traidor portugu�s, hummm um traidor �portuga�<BR/><BR/>O problema Colombo � um problema de Verdade, da verdade de um homem, de um pais, de um povo e se existe algo que n�s nos podemos orgulhar � da nossa hist�ria. �parece que vamos ficar eternamente a engraixar as botas aos estrangeiros para defender tachos e �enfim. Ah devia tar a falar do filme, olhem �bela m�<BR/><BR/>Espero que surga algu�m interessado em homenagear na tela a verdadeira historia de Salvador Fernandes Zarco (Colombo\C�lon) de uma forma bem melhor que esta que nos � apresentada. Ass: nfbento@hotmail.com<BR/>
Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!