Cinecartaz

Hebert Viana

Ousadia

É no mínimo ousado produzir um filme com tanta bagagem científica. Sobretudo nos tempos atuais em que a crise de criatividade de Hollywood tem apenas reinventado velhos super-heróis e contos de fadas.
Só por isto já merecia a consideração como um dos melhores do ano, mas o filme consegue ainda mais: deixar o espectador, se quiser, deixar a ficção como mero pano de fundo e se fixar na abordagem dos valores de vida, da família e da sociedade que são tão bem explorados.

Publicada a 25-11-2014 por Hebert Viana