Os Descendentes

Votos do leitores
média de votos
Comédia, Drama 115 min 2011 M/12 19/01/2012

Título Original

The Descendants

Sinopse

<p>Matt King (George Clooney) sempre foi considerado um dos homens mais afortunados do Havai. Quando, após um acidente de barco, a sua mulher fica em estado vegetativo, tudo parece perder o sentido. Em desespero e sem saber o que fazer, decide investir na relação com as filhas Scottie (Amara Miller) e Alexandra (Shailene Woodley), com quem sempre manteve uma relação difícil. Tudo ganha novos contornos quando Alexandra lhe revela que, na altura do acidente, a sua mãe mantinha uma relação extraconjugal com outro homem. Perturbado, Matt decide conhecer o amante da esposa e parte à sua procura com  ambas as filhas. Assim, numa dolorosa viagem que dura uma semana, o que aparentemente viria destruir aquela família, acabará por ser o elo de ligação que lhes faltava.<br /> Uma comédia dramática realizada por Alexander Payne ("As Confissões de Schmidt", "Sideways"), baseada na primeira obra da escritora Kaui Hart Hemmings. PÚBLICO</p>

Realizado por

Alexander Payne

Elenco

Shailene Woodley, Amara Miller , George Clooney

Críticas Ípsilon

Os Descendentes

Vasco Câmara

Ler mais

Os Descendentes

Jorge Mourinha

Ler mais

Hawaii folk

Luís Miguel Oliveira

Ler mais

Críticas dos leitores

Bernardo

<p>"Os Descendentes" não deixa de ser um filme bom e, no mínimo, interessante! Mas não é nada de mais! Não há nada neste filme que seja melhor relativamente a muitos outros que não tiveram o benefício da publicidade. O sucesso foi grande, e muito dele, devido à presença do George Clooney - cuja participação não foi nada de outro mundo. Mas pronto, como disse, "Os Descendentes" não deixa de ser um filme bom, mas mesmo assim, podia ser muito melhor! <br /><br />Tanto sucesso, e tantas excelentes críticas que fizeram do filme, um simples filme muito falado, nada mais. Não foi a publicidade que tornou o filme, num bom filme, porque não o é! Enfim... meus amigos, não se deixem enganar pelas "Falsas aparências da publicidade" - isto é, é claro que na televisão (em tempos que o filme ainda anda nos cinemas) só aparecem as boas críticas, não é?! Mas pronto, mesmo assim, foi uma total decepção! Não merece mais do que 3 estrelas [3*]</p>

Continuar a ler

Bernardo

<p>"Os Descendentes" não deixa de ser um filme bom e, no mínimo, interessante! Mas não é nada de mais! Não há nada neste filme que seja melhor relativamente a muitos outros que não tiveram o benefício da publicidade. O sucesso foi grande, e muito dele, devido à presença do George Clooney - cuja participação não foi nada de outro mundo. Mas pronto, como disse, "Os Descendentes" não deixa de ser um filme bom, mas mesmo assim, podia ser muito melhor! <br /><br />Tanto sucesso, e tantas excelentes críticas que fizeram do filme, um simples filme muito falado, nada mais. Não foi a publicidade que tornou o filme, num bom filme, porque não o é! Enfim... meus amigos, não se deixem enganar pelas "Falsas aparências da publicidade" - isto é, é claro que na televisão (em tempos que o filme ainda anda nos cinemas) só aparecem as boas críticas, não é?! Mas pronto, mesmo assim, foi uma total decepção! Não merece mais do que 3 estrelas [3*]</p>

Continuar a ler

Lídia

<p>Filme banal com um Clooney muito longe de uma grande interpretação.</p>

Continuar a ler

Sandra

Sublime retrato do real. George Clooney excelente.

Continuar a ler

Francisco Gouveia

Não percebo tanto alarido à volta deste filme. Vê-se com agrado, mas nada mais que o distinga de muitos outros.

Continuar a ler

Ricardo

Muito fraco.

Continuar a ler

Alexandra Pina

<p>Não querendo desprestigiar ninguém, confesso que não gostei. Não compreendo como está nomeado para 5 Óscares. Posso dizer que numa sala com 10 pessoas, 6 adormeceram... foi um stress...</p>

Continuar a ler

Filipa

<p>No início do filme o actor principal refere que apesar de viver num destino turístico por excelência, não está imune à vida. Estranho então que toda uma enorme desgraça familiar seja levada tão ligeiramente e resolvida sem grandes esforços. Totalmene incoerente.</p>

Continuar a ler

Nelson Sousa

<p>No género aparece: Drama/comédia. Creio que a parte dramática poderia ter sido melhor explorada. Existem cenas que deviam ter sido mais intensas. O argumento pedia isso. A parte da comédia tem algumas «aparições». É muito suave. O filme é agradável, equilibrado e uma boa articulação entre as paisagens e a música. Resumindo, o filme é simpático, mas não é excepcional.</p>

Continuar a ler

Salome

História básica e desinteressante.

Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!