Cinecartaz

Pub
Cartaz do Filme

Amor Cão

Título original:
Amores Perros
De:
Alejandro González Iñárritu
Com:
Emilio Echevarría, Gaël García Bernal, Goya Toledo
Género:
Drama, Thriller
Classificação:
M/12
Outros dados:
MEX, 2000, Cores, 153 min.
Links:
Site Oficial

"Amor Cão", primeira longa-metragem do mexicano Alejandro González Iñárritu, retrata uma cidade do México barroca e cheia de contrastes, situada nos dias de hoje. O filme desdobra-se em três histórias paralelas, três mundos que simbolizam tanto a esperança e o sofrimento, três destinos que, por acaso e num mesmo instante, colidem. É assim mesmo que começa Amor Cão": com uma violenta perseguição de automóveis que redunda num aparatoso acidente de viação cruzando assim três vidas anónimas...
A primeira história centra-se em Octávio (Gaël García Bernal), um jovem que se dedica ao negócio de combate de cães para reunir dinheiro suficiente que lhe permita fugir com a sua amada, por coincidência a mulher do seu irmão. Uma fuga sem regresso. Daniel (Álvaro Guerrero), um quarentão que deixa a família para ir viver com Valeria (Goya Toledo), uma modelo. Vê a sua nova vida amorosa sofrer um volte-face quando o destino empurra Valeria para o acidente.
El Chivo (Emilio Echevarría), ex-guerrilheiro comunista convertido em mercenário, com um passado carregado de mortes e amargura. Aproxima-se do acidente e resgata Cofi, o cão de Octávio.
Vencedora do Fantasporto deste ano, a obra-estreia de Iñárritu é candidata ao Óscar de melhor filme estrangeiro.

PUBLICO.PT

PUB

Envie-nos a sua crítica

Para submeter o seu comentário tem que ter javascript activo no seu browser.

Pedimos que respeite os nossos Critérios de Publicação. Reservamo-nos o direito a não publicar quaisquer comentários inadequados ou ofensivos. O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados. Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.

Críticas dos nossos leitores

  • Gonçalo Sá - http://gonn1000.blogspot.com

    Cães danados

    Uma das obras cinematográficas mexicanas mais elogiadas dos últimos anos (juntamente com "E a Tua Mã (continuar a ler)