Cinecartaz

Teresa Mendes

Não percam

Este filme recebeu críticas diametralmente opostas, o que por si só, suscita uma forte curiosidade. O seu tom encantatório, a sua fina ironia, a construção de uma narrativa constantemente desconstruída, são algumas evidências de que algo de novo surgiu no cinema portugês. E a música é excelente. Não deixem de ver!

Publicada a 10-04-2005 por Teresa Mendes