Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi

Votos do leitores
média de votos
Ficção Científica, Acção 150 min 2017 M/12 14/12/2017

Título Original

Star Wars: The Last Jedi

Sinopse

"É tempo de os Jedi acabarem." Luke Skywalker (Mark Hamill), em tempos um dos heróis da galáxia e o mais poderoso dos seus Jedi, quebra o seu exílio quando é encontrado por Rey (Daisy Ridley), uma jovem que desconhece a sua família e cujo poder em torno da Força a faz procurar um mestre. Mas está relutante. Rey é também uma emissária da Resistência da general Leia Organa (Carrie Fisher, no seu último papel), irmã de Luke, que precisa da ajuda do Jedi eremita para combater a Primeira Ordem de Kylo Ren (Adam Driver) e Armitage Hux (Domhnall Gleeson). A guerra está aberta e a formação de jovens combatentes no seio da Força e da galáxia muito, muito distante, traz consigo novas personagens como a vice-almirante Holdo (Laura Dern), a rebelde Rose Tico (Kelly Marie Tran) ou a personagem a interpretar por Benicio del Toro. PÚBLICO

Realizado por

Rian Johnson

Elenco

John Boyega, Daisy Ridley, Carrie Fisher, Laura Dern, Lupita Nyong'o, Mark Hamill, Andy Serkis, Benicio Del Toro, Adam Driver, Mark Hamill

Críticas Ípsilon

Baralhar e dar de novo

Jorge Mourinha

Star Wars perdeu a graça que ainda tinha para se tornar na mais recente vítima da necessidade de rendibilizar um franchise com os olhos fixos nas bilheteiras.

Ler mais

É sempre a mesma galáxia

Luís Miguel Oliveira

A primeira coisa de que é preciso dar conta, sobre Star Wars: Os Últimos Jedi: a terrível sensação de claustrofobia — aquela sensação de claustrofobia intensa que só as coisas muito aborrecidas proporcionam.

Ler mais

Críticas dos leitores

Segunda volta...

Pedro Brás Marques

<p>Os Rebeldes estão em franco desespero e o Lado Negro espalha escuridão um pouco por toda a parte. Uma jovem aprendiz desloca-se a um planeta remoto onde, no meio da natureza, é ensinada por um Mestre nos caminhos da Força para que a Luz volte a iluminar a Galáxia... no filme seguinte.</p><p><br />Não, não é o argumento de “O Império Contra-Ataca”, mas quase. Porque o que a Disney resolveu fazer foi um decalque da trilogia original, alterando alguns detalhes para não parecer a comida requentada que efectivamente quer servir aos espectadores. E são algumas essas histórias paralelas que procuram embrulhar a trama em novidade, sendo que algumas não acrescentam nada ao desenvolvimento da história global. A explicação para esta monotonia criativa tem, obviamente, uma explicação bastante prosaica: a Disney, dona do universo Star Wars, tem de recuperar o investimento gigantesco que foi a aquisição da anterior proprietária, a Lucasfilm… E, claro, isso reflecte-se ao ponto de mesmo para um fã da saga, como eu, “The Last Jedi” já começar a mexer com a complacência do espectador. Não é que o filme seja mau, mas a imprevisibilidade do argumento é mínima precisamente porque mimetiza a versão original. Veja-se que o “lateral” “Rogue One” era bem mais interessante do que este, porque abordava uma história prevista mas não previsível. </p><p>Como em qualquer série, é óbvio que o espectador conta encontrar pontos de referência obrigatórios, o que até faz parte da diversão do fã. Mas o problema aqui é mesmo estrutural. Porque o que está na base conceptual da história é o mito do herói e da sua construção, que começa por mero aprendiz e acaba em mestre, que tem de passar um certo número de provas até atingir o primeiro degrau da iluminação da sua consciência até chegar, como é o caso, a conseguir fazer com que a alma saia fora do corpo. Já estava lá tudo nos episódios IV a VI, que já tinha ido buscar influências, entre outras fontes, à mitologia, à filosofia oriental, ao imaginário de cavalaria medieval e, em especial, do fabuloso livro de Joseph Campbell, “O Herói com Mil Faces”. </p><p>Cenários perfeitos, um ritmo de acção bem medido e actores à altura dos papeis, em especial, claro, Mark Hammill no derradeiro papel de Luke Skywalker, o Mestre dos Mestres Jedi, e de Adam Driver como Kylo Ren, o equivalente ao demoníaco Darth Vader. Tinha tudo para dar certo, como está a dar - ao nível de bilheteira, evidentemente.</p>

Continuar a ler

Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi

Pedro

Amei!

Continuar a ler

Só para apreciadores da saga Star Wars

Paulo Lisboa

Fui ver o filme porque sou apreciador da saga «Star Wars» e porque gosto de filmes de ficção científica. <br />Gostei do filme. É um filme que se vê mais ou menos bem, mas que só recomendo mesmo para apreciadores do género. Se bem que a realização e as interpretações sejam competentes, o filme tem certas partes algo arrastadas, acabando no global por não deslumbrar, nem encher o olho como se espera de um filme destes. Fica-se com a clara impressão que o filme anterior era melhor sob todos os pontos de vista. <br />Estamos perante um filme razoável que só recomendo para apreciadores do género ou da saga «Star Wars». <br />Numa escala de 0 a 20 valores, dou 13 valores a este filme.

Continuar a ler

Melhor filme desde O Império Contra-Ataca

Aa João

Dois anos após TFA, o realizador Rian Johnson dá-nos um filme extremamente bem feito, que explora cada uma das personagens introduzidas no filme passado e o nosso Mestre Jedi favorito. Após 30 anos, Luke está bem diferente, e pensar outra coisa seria algo estúpido e inaceitável. Personagens ou pessoas não são estáticas. Elas mudam e evolvem ao longo do tempo. <br /> <br />Apesar de algumas partes que atrasam o ritmo do filme, Rian Johnson entrega um filme que vai dividir os fãs devido aos riscos que toma, mas posso dizer que é um bom filme e não é um remake do Império Contra-Ataca.

Continuar a ler

Muito Bom!

Ricardo Abel

Star Wars VIII surpreendeu-me bastante, a trama adensa-se, personagens novas e outras de VII mais exploradas neste episódio, a componente técnica dispensa comentários, tal como é apanágio da saga o guarda-roupa, a fotografia os efeitos visuais, sonoros, direcção artística, som... são brutais... temos uma agradável surpresa no que diz respeito às personagens que vai agradar a todos os fãs... Enfim, Rian Johnson arriscou, fez referências aos episódios III, IV, V e VI e o resultado, na minha perspectiva, é muito positivo. Não percebo como é que se leem críticas em que tudo é mau e tudo é copiado, quanto a isso sou a voz da discórdia como também dos que dizem mal do soberbo episódio III. <br /><br />Para finalizar deixo uma pergunta, será que Han Solo efectivamente morreu??

Continuar a ler

Vergonha

António Magro

Falha em todo o contexto do que é o Star Wars. Pior do que o VII. Sem qualquer tipo de explicação lógica para o aparecimento do Snoke, com falhas grotescas ao nível da lore intrínseca ao original. Basicamente, um filme de ficção para crianças bem ao estilo Disney..

Continuar a ler

Obra menor

Ivo Miguel Barroso

Star Wars VIII é um filme melhor do que o anterior. <br />O início era prometedor. <br />A partir de cerca de metade do filme, há um “copiar e colar” manifesto de diálogos de Star Wars IV, V e VI. A mais evidente é a cena que replica a cena entre o Imperador, Vader e Luke Skywalker. Mas há outras, como o Planeta de Hoth, em Star Wars V. <br />Ou seja, a Disney conseguiu fazer um filme comercial, mas com ideias repetidas à exaustão. <br />É um filme com multiculturalismo: negro e uma chinesa, para agradar a mais públicos. <br /> <br />As incongruências da história e o seu arrastar interminável são um penosos de ver, não honrando os pergaminhos da 1.ª Saga: com menos meios, foram feitos filmes muito melhores. <br />Não se percebe a recusa de Skywalker em ajudar Rey; o filme não é convincente. <br /> <br />O nível de actuação dos actores deixa manifestamente a desejar. O único bom actor é Benicio del Toro, que tem um papel secundário. <br />Os novos heróis não convencem: Rey já não me havia convencido; o mesmo acontecendo com os restantes. Os vilões também não convencem: Kylo não convence igualmente, como sucessor de Darth Vader. <br />Apesar de tudo, a realização é interessante. <br />2 estrelas.

Continuar a ler

Bela surpresa

José

Quem criticou o filme "force awakens" por falta de originalidade e de ser uma imitaçao do "New hope" , vem agora criticar o realizador por ter tentado criar algo original e distinto! <br />Belo filme, corajoso e com muito para explorar no futuro...

Continuar a ler

bela surpresa - rep

jose

Quem criticou o filme "The Force Awakens" por falta de originalidade e de ser uma imitação do "A New Hope" vem agora criticar o realizador por ter tentado criar algo original e distinto! <br />Belo filme, corajoso e com muito para explorar no futuro...

Continuar a ler

Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi

Nuno

O melhor filme da Saga "Star Wars". <br />Muitíssimo bem feito, direção de fotografia muito boa, a história está fantástica e com muita emoção.

Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!