Looper - Reflexo Assassino

Votos do leitores
média de votos
Acção, Ficção Científica 118 min 2012 M/16 11/10/2012

Título Original

Looper

Sinopse

Os Estados Unidos sofreram uma grave crise económica que se reflectiu num enorme crescimento do crime organizado. Anos depois, em 2074, a viagem no tempo é inventada e, devido a todas as implicações, imediatamente tornada ilegal. Porque a tecnologia de identificação tornou quase impossível eliminar pessoas, as organizações criminosas tiveram de forjar uma solução prática para quando se querem livrar de alguém: usar secretamente a viagem no tempo e contratar "loopers", ou assassinos a soldo, que matam pessoas no passado para que estas não existam no presente. Joe (Joseph Gordon-Levitt) é um dos "loopers" mais bem conceituados da sua área. Até ao dia em que descobre estar a ser perseguido pela versão mais velha de si mesmo (Bruce Willis), que está ali com um propósito muito simples: apagar a sua própria existência.<br />Um "thriller" de acção futurista realizado por Rian Johnson ("Os Irmãos Bloom"). PÚBLICO

Realizado por

Rian Johnson

Elenco

Bruce Willis, Joseph Gordon-Levitt, Paul Dano, Emily Blunt

Críticas Ípsilon

Looper - Reflexo Assassino

Vasco Câmara

Ler mais

O futuro já não é o que era

Jorge Mourinha

Ler mais

Críticas dos leitores

Carmen

O filme é otimo! E nada previsível, muito interessante mesmo!

Continuar a ler

Tito

<p>O filme é previsível, não surpreende. Espera-se que em algum momento vá acontecer uma reviravolta na história, mas ela não acontece. O roteiro também tem furos, como por exemplo, como se entra em contato com um Looper, que vive trinta anos no passado se não se viaja no tempo sem ficar preso no passado? Uma vez que a máquina do tempo não vai junto, apenas a pessoa que a utiliza.</p>

Continuar a ler

Sandra

Do princípio ao fim.

Continuar a ler

António Soares

<p>Um argumento que parece do Philip K. Dick, um filme de acção com muito "ketchup" (tiros, "big guns" e violência) como é costume nos modernos filmes de acção. Final surpreendente (a minha burrice em prever o fim parece ser contrariada pela presciência de outros leitores que viram o filme, sorte minha, azar deles). O filme nunca descai para o chato. Bons efeitos especiais. Bom casting. Bruce Willis em registo "Assalto ao Arranha-céus", mais careca e com mais cabelos brancos. 3,5 estrelas (arredonde para 4 estrelas).</p>

Continuar a ler

Max

<p>Cada vez aparecem mais "críticos" que só dão valor a filmes de Manoel de Oliveira e afins... triste...</p>

Continuar a ler

Pedro Alhinho

Concebido como um mau western e filmado sem direcção de actores o filme é totalmente previsível desde a primeira cena. Um bocejo.

Continuar a ler

jddiniz

<p>Realizador do caraças, actores carismáticos, premissa que abre enormes possibilidades... Já para não falar de críticas mais que positivas nos EUA. Duvido que não seja aqui que o Rian Johnson sobe à primeira divisão de Hollywood (e tem dois bons filmes no currículo, sobretudo o "Brick"). Para este tenho expectativas a modos que grandes.</p>

Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!