Luzes da Cidade

Votos do leitores
média de votos
Drama, Comédia 86 min 1931 06/05/2000 EUA

Título Original

City Lights

Sinopse

Chaplin é um errante e enternecedor vagabundo apaixonado por uma bela vendedora de flores cega (Virginia Cherrill). Quando recebe uma recompensa de mil dólares de um milionário que, embriagado, se estava a afogar, Chaplin resolve usar o dinheiro para ajudar a amada: finge ser rico e paga a renda da casa dela mais uma operação aos olhos. Mas o milionário, depois de sóbrio, não se lembra de ter dado o dinheiro ao vagabundo e acusa-o de roubo. Quando finalmente sai da prisão, o vagabundo descobre que a rapariga recuperou a visão e que tem agora uma loja. Mas ela não o reconhece como o seu benfeitor. As "Luzes da Cidade" foi rodado essencialmente com uma ideia: caminhar em contra-mão e resistir ao sonoro (1931 foi o ano em que surgiu o sistema Movietone, que passou a ser adoptado como padrão e o som nos filmes já era usado há cinco anos). Mas, contra todas as expectativas, o filme conseguiu escapar à euforia em torno do som, apesar de ter sido uma excepção. A contribuir para o sucesso esteve a habilidade com que Chaplin filma um misto de burlesco e melodrama, absolutamente sem palavras e apenas com acompanhamento musical, que acabou por se tornar a sua maior obra-prima. <p> </p><strong>Carla B. Ribeiro</strong> (PUBLICO.PT)

Críticas dos leitores

Não existem críticas dos nossos leitores. Por favor envie-nos a sua através do formulário.

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!