Cinecartaz

Virgílio Ribeiro

Frágil

Não basta boa vontade por parte do realizador, para fazer um bom filme. Muito (?) esforço, mas nem parra, nem uva. A trama, que não é virgem, tem pouca intensidade e um ritmo algo pastoso. Enfim, louve-se a interpretação do "herói" do filme que, provando a sua persistência, consegue alcancar os seus objetivos. Lamento mas não dou nota positiva a este filmezinho.

Publicada a 04-08-2020 por Virgílio Ribeiro