Transformers 3

Votos do leitores
média de votos
Aventura, Acção 153 min 2011 M/12 30/06/2011

Título Original

Transformers: Dark of the Moon

Sinopse

Uma ameaça paira sobre a Terra. E, desta vez, a guerra é de tal magnitude que nem a tecnologia de ponta dos Transformers, liderados por Optimus Prime, poderá ser suficiente para a travar. É então que a NASA revela algo que poderá mudar o curso dos acontecimentos: a descoberta, há 40 anos, de uma nave cibertrónica despenhada em território lunar. Assim, os super-robôs e Sam Witwicky, seu amigo e parceiro de combate, vão tentar alcançar a nave abandonada e, numa réstia de esperança, adquirir a tecnologia necessária para se fortalecerem. Isto, antes que seja demasiado tarde... "Transformers 3" marca o regresso do veterano Michael Bay ("O Rochedo", "Armageddon", "Pearl Harbor") à extraordinária saga dos robôs extraterrestres, com Steven Spielberg como produtor-executivo, usando a mais recente tecnologia 3D. Conta ainda com a participação de Shia LaBeouf, John Turturro, Peter Cullen, Josh Duhamel, Rosie Huntington-Whiteley e Tyrese Gibson, entre outros.<p/> PÚBLICO

Realizado por

Michael Bay

Elenco

Josh Duhamel, Rosie Huntington-Whiteley, Tyrese Gibson, Patrick Dempsey, Frances McDormand, John Turturro, Shia LaBeouf

Críticas Ípsilon

Transformers 3

Jorge Mourinha

Ler mais

Críticas dos leitores

Nuno Gonçalves

<p>Há filmes para todos os gostos. Este é para fãs dos Transformers, que têm um universo ficcional enorme, e que nenhuma das pessoas não iniciadas poderão compreender. É um filme de acção e efeitos especiais. Vi muita acção e efeitos especiais! O filme é excelente! É um filme de Verão para comer pipocas, não um candidato aos Óscares! Se fosse assim tão mau, não era o 5º mais rentável de sempre... Acho ofensivo as pessoas classificar um filme como péssimo, quando não gostam do género ponto final. O discurso do rei é um grande filme! Para quem não adormecer a meio... Gostos são gostos...</p>

Continuar a ler

Rui Sousa

<p>Melhor que o segundo filme da série e mais ou menos ao nível do primeiro.<br /><br />No entanto isto não quer dizer muito e continua a ser um péssimo filme, cheio de buracos na história, personagens sem interesse e incrivelmente irritantes, estereótipos raciais, cenas de luta confusas, etc.<br /><br />Basicamente mais um filme do Michael Bay.</p>

Continuar a ler

Inês

<p>Não percebo para quê tanta troca de palavras desnecessárias...<br /><br />Li primeiro as críticas dos leitores do público e pensei para mim "bem, mas o que terá escrito o crítico de tão grave para provocar respostas assim?"<br /><br />Fui ler a crítica.<br /><br />Bem, nada de especial, tirando o facto de o crítico não ter gostado do filme, no sentido de achar um dos maiores filmes do século. Disse, sim, que está melhor que o segundo Transformers e que faz bom uso da tecnologia 3D.<br /><br />Agora, se o crítico vai para casa com um sentimento de vazio depois de ver o filme enquanto eu irei, com toda a certeza, cheia de vontade de ver o filme de novo, são opiniões e reacções naturais de dois seres únicos e totalmente independentes.<br /><br />Vão ao cinema e vejam o filme, caso queiram, independentemente do que os outros andam por aí a dizer.</p>

Continuar a ler

Joao Santos

<p>É um facto que hoje em dia as ideias para a produção de um filme são cada vez mais escassas, e que o público esta cada vez mais exigente. Porem não podemos desprezar tudo o que vemos. É verdade que o "Transformers 3" não traz nada de novo, mas mostra ser melhor que o segundo filme da saga, mais uma vez os americanos são os salvadores do mundo, está presente o grande patriotismo do povo em si e uma pessoa começa a dar em maluca. Por outro lado Michael Bay mostra-nos o poder da tecnologia em 3D cada vez melhor e mais realista sem deixar de parte a performance de Shia Labeouf com as suas cenas cómicas.<br />Concordo com o Jorge Mourinha, é um bom filme para fugir ao calor e desanuviar a cabeça do stress, não podem ver o filme como se fosse um filme de Óscar, mas sim para libertar a nossa imaginação e criatividade do mundo real.</p>

Continuar a ler

Alexandra Cunha

<p>A verdade é que não se pode confiar na opinião dos outros quando se trata de cinema. Há muitas variantes a ter em conta e umas delas são a idade e a maturidade. Eu quero ver e gosto destes filmes, considero-os entretenimento. Já uma amiga com quem vou amiúde ao cinema acha-os um desperdício de dinheiro e tempo. Desnecessário dizer que não vejo estes filmes com ela, mas com os meus primos e ele deliram... <br /><br />A verdade é que se critica muito, mas será que se lembram que o realizador  o faz de acordo com algum plano (dele ou da empresa produtora), e continua a fazer dinheiro porque a verdade é que se vendem bilhetes para estes filmes desde que estreiam até que saem de exibição.</p><p>Agora uma questão pertinente: devem os filmes agradar a todos da mesma maneira? E devemos todos partilhar a mesma opinião?</p>

Continuar a ler

Eu

<p>O Pseudo-intelectualoidismo que se nota nos critícos de cinema, por vezes chateia, mas quem conhece os Michael Bay´s do Mundo tem de concordar com o Jorge Mourinha, aliás peca por parco o comentário.<br />O filme não é mau, é abaixo de póia.<br />Muito abaixo...<br />É uma mistura execrável, horrível, entre o surreal e o abominável...<br />Uma sequência de planos, colados, sem a menor das lógicas, sem nexo ou vergonha.<br />Longe vão os tempo do Rochedo. Aí a receita era nova e ainda não estava aperfeiçoada, agora é como ir ao Macdonald´s... é sempre o mesmo.<br />Imagens de fundo megalómanas, bandeiras americanas rasgadas, música emotiva, sempre os mesmo actores secundários, passagem temporal inexistente, acções das personagens incompreensíveis... bem um tudo que é nada, basicamente.<br /><br />Provavelmente a maior perda de tempo da história do cinema, indesculpável a existência de aberrações semelhantes.<br /><br />Não é ser pseudo, algo que muito crítico, eu sou dos que gosta de vegetar no cinema com blockbusters, pois os bons filmes vêem-se em casa, mas isto, bem isto não tem palavras...<br /><br />É uma afronta ao cinema, como o Macdonalds é para a culinária</p>

Continuar a ler

Formiga que lê

<p>Com tantas críticas intelectualóides de iluminados "wanna be", eu pensei que poderia ir ver o TF3 no King...</p><p>Epá, isto é um filme para desligar o cérebro e apenas ver... não há ciência nenhuma! Eu vou vê-lo, porque nasci em 81! E que bem eu curtia acordar de manhã bem cedo para ver os desenhos! Épa, não é um Bergam, um Pasolini, um Kubrik, etc etc... já sabemos!! Mas tem o grande John Turturro. Eheheheh deixem-se de tretas iluminadas!</p>

Continuar a ler

Daniel

<p>Excelente crítica do Jorge Mourinha. Não vi o filme nem quero. Perda de tempo. De facto ninguém espera daqui grande cinema.</p>

Continuar a ler

Joaquim

<p>Os críticos do Público, há muito nos habituaram às suas classificações. Quanto mais baixa for, melhor é o filme e vice-versa. Assim, acho esta classificação normal. Só espero que os críticos não comecem a avaliar os filmes esquecendo que não passam de uns pseudo-intelectuais muito pequeninos, senão vão acabar por me baralhar.</p>

Continuar a ler

Vítor Pereira

<p>Infelizmente cada vez menos se pode dar crédito às opiniões dos ditos "críticos de cinema". Não sei onde aprenderam a analisar cinema mas de uma forma sistemática continuam a ter uma forma muito obtusa de criticar. Como é que supostos peritos em análise cinematográfica vão ver um TF3 com o mesmo espírito de quem vai ver um Hitchcock, Allen ou Manuel de Oliveira? Será que não conseguem distinguir um filme "pipoca" de um filme erudito, histórico, documental...<br />Será que estes senhores, quando compram revistas de carros, vêm os críticos porem no mesmo saco monovolumes e desportivos, ou utilitários e motos??!! <br />Vim à procura de uma crítica construtiva para saber se valerá a pena ver o filme e deparo-me com um amante de filmes "seca" a criticar um filme "pipoca"...</p>

Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!