Cinecartaz

Ricardo Pestana

Mais conversa e menos acção

Mais uma obra-prima de Quentin Tarantino, se bem que gostei mais do Volume 1 por ter mais acção e mais violência. Neste filme, os diálogos são enormes, o que pode provocar um pouco de tédio, mas servem para dar sentido à acção que se segue e explicar um pouco mais da história. Mas o filme está feito de uma maneira que dá gosto ouvir, principalmente naquele cena em que Bill conta uma estória à beira de uma fogueira. Aqui, novamente as cenas de acção são totalmente imprevisíveis e novamente fora de série. Este não é como a maioria dos filmes em que se adivinha logo o que se vai passar a seguir. As mortes da vingadora são novamente realizadas com grande espectacularidade e de uma maneira bem distinta. Agora que a vingança acabou, resta-nos esperar pelo próximo filme do Mestre Tarantino.

Publicada a 18-05-2004 por Ricardo Pestana