Cinecartaz

Sílvia Garcia

Tony

O que tenho a dizer sobre o filme, como em tudo o que vem do Tony, tinha que mexer com as emoções. Como eu costumo dizer, o cantor dos sonhos do meu coração, consegue sempre fazer-me sentir que tudo o que faz, tudo o que vem do Tony, para mim é como se tivesse ido buscar ao meu coração... é tudo o que o meu coração sonhou, é tudo o que o meu coração sente, tudo o que mexe com o meu ser. Adorei o filme, fez-me sorrir, fez-me dar gargalhadas, fez-me sonhar, e por fim chorar. Como é possível num pequeno espaço de tempo sentir emoções tão destintas? Há quem não entenda o porquê? Pois como dizia o matemático “ o coração tem razões que a razão desconhece” são coisas que não se explicam com fórmulas, como disse o Ricardo Landum?? por isso limito-me a sentir, a saborear... a disfrutar... e a ter esperança de que estes sentimentos profundos vão sempre continuar... que estes momentos não vão acabar e como o Tony me disse... “não te preocupes que eu vou voltar” eu respiro eu oiço eu tenho esperança, eu continuo a acreditar ?

Publicada a 26-07-2019 por Sílvia Garcia