Um Sonho Possível

Votos do leitores
média de votos
Drama 128 min 2009 M/12 25/03/2010 EUA

Título Original

Sinopse

<p>Michael Oher (Quinton Aaron), um adolescente traumatizado e abandonado à sua sorte, tem três capacidades que o tornam muito especial: resiliência, uma aptidão inata para o desporto e um instinto de protecção particularmente apurado. Leigh Anne Tuohy (Sandra Bullock, no papel que lhe valeu o Óscar de Melhor Actriz Principal) é uma mulher da classe alta, decidida e autoritária, mas cujo enorme coração tem sempre espaço para mais um. A força do acaso junta-os e, o que poderia ser unicamente um gesto de generosidade, transforma-se no grande momento de viragem nas suas vidas...<br /> Realizado por John Lee Hancock, o filme é baseado no livro "The Blind Side: Evolution of a Game" de Michael Lewis, sobre a história verídica do jogador de futebol americano Michael Oher que viria a tornar-se uma estrela.<br /> Como Leigh Anne, Sandra Bullock arrebatou o Óscar de melhor actriz e o Globo de Ouro de melhor actriz dramática; o filme, entre outras distinções, foi nomeado para melhor produção pela Academia de Hollywood.</p> <p>PÚBLICO</p>

Críticas Ípsilon

Um Sonho Possível

Mário Jorge Torres

Ler mais

Críticas dos leitores

Dinâmico e Gracioso

Henrique Monteiro

As pessoas vêem outras pessoas na rua sem nada, tristes e na miséria, e no entanto, apesar das lamentações e da pena, a única coisa que lhes ocorre é sentir isso, mais nada, mas neste filme não estamos perante isso. Sandra Bullock demonstrou neste filme que basta uma acção para mudar a vida de uma pessoa e Leigh Anne conseguiu mudar a vida de Michael, evitando que ele se tornasse num vândalo e criminoso, mas tornando-o numa pessoa com um futuro brilhante. E apesar de várias pessoas porem isso em causa, os professores do colégio, as amigas de Leigh Anne, esta não desistiu de salvar uma pessoa, uma alma e essa pessoa, Michael Oher certificou que não a desiludiria. Basta uma pessoa para fazer a diferença; como se viu neste filme, até se consegue salvar a alma de uma pessoa. A interpretação de Sandra Bullock foi uma das melhores que se assistiu, ela de facto mereceu o Óscar e estava na altura de merecer um, depois de tantas comédias e filmes de acção, todas as personagens são fortes, dinâmicas e revelam as emoções que faltam na sociedade em todo o mundo, visto que isso um dia será necessário para a sociedade sobreviver. O que mais me agradou neste filme foram de facto as personagens, o facto de este filme se tratar de um forte drama, juntamente com um pouco de comédia. Este filme é de cinco estrelas e toda a gente, especialmente os pais com os filhos, deve vê-lo.
Continuar a ler

Uma jornada de compaixão

Nazaré

É uma história que merece ser contada: como um rapaz cheio de mansidão e uma mulher com o melhor sentido de caridade no seu coração se salvam mutuamente, a ele duma vida de miséria e possivelmente de crime, a ela duma rotina dourada mas apenas materialista. E como isso contagiou tanta gente. Com todos os ingredientes de autenticidade dum relato biográfico, a história está muito bem contada, não evitando os detalhes mais desagradáveis nesse percurso, o realismo das dificuldades que pareciam inultrapassáveis, a presença contínua do fracasso. Muitas lições a aprender, para quem quiser vê-las. Sandra Bullock está ao seu sempre alto nível, mas não é menor o brilho (contido) de Quinton Aaron, a perfeita incarnação dum miúdo sem esperança ou medo ou queixas, numa palavra: enigmático. Boa banda sonora.
Continuar a ler

Leve realidade marcante

mags

Sem dúvida um filme muito agradável para se ver em familia,e para apreciar a potencial luta contra a discriminação e a forma como a personagem representada por Sandra Bullock ajuda, sem quaisquer reservas e de forma tão determinada, um jovem traumatizado por uma infância, o qual não tinha um tecto até que esta mulher e a sua família, lhe providenciaram tudo aquilo que necessitava e lhe deram asas para voar. Um filme muito leve, mas ao mesmo tempo envolto numa atmosfera passada pesada, vale a pena, essencialmente pela interpretação marcante de Sandra Bullock.
Continuar a ler

Muito bom

Mcv

Este filme é uma verdadeira surpresa, paesar de ser um "filme pipoca". Não vou adiantar muito para não o estragar. Tentem ir ver o filme sem ler nada sobre ele, pois assim é bem mais agradável. Uma bela história. Destaque óbvio para a Sandra Bullock que faz talvez o melhor papel da carreira.
Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!