Nunca Nada Aconteceu

Votos do leitores
média de votos
Drama 124 min 2021 M/16 29/09/2022 POR

Título Original

Nunca Nada Aconteceu

Sinopse

Pedro, Maria e Paulo encontram na amizade que os liga a única coisa que verdadeiramente os prende à vida. Sentindo-se desligados e incompreendidos pelas famílias, os três jovens fazem um acordo de libertação que esperam poder concretizar em breve. Mas quando António, o avô de Pedro, se muda para sua casa vindo de uma aldeia do Norte, o rapaz fica dividido entre o compromisso com os seus grandes amigos, que não o abandonaram mesmo nos momentos mais difíceis, e os laços cada vez mais fortes que tem criado com o velho senhor.
Baseado numa história verídica, “Nunca Nada Aconteceu” tem argumento de Luís Filipe Rocha e Tiago R. Santos, e realização de Gonçalo Galvão Teles (“Gelo”, “Soldado Milhões”). A dar vida às personagens estão os actores Bernardo Lobo Faria, Alba Baptista, Miguel Amorim, Rui Morrison, Ana Moreira e Filipe Duarte (numa última aparição em cinema antes da sua morte, em Abril de 2020). PÚBLICO

Críticas Ípsilon

E acontece muito pouco…

Luís Miguel Oliveira

Ler mais

Críticas dos leitores

Deprimente

SM

Um compêndio de desgraças: suicídio, desemprego, adultério, desenraizamento e até incêndios, tudo com um tom melodramático insuportável. Tive que ir ver outro filme a seguir para desanuviar! Demasiado pessimista.

Continuar a ler

Bem fixe

Ricardo Pinto

Dos quatro filmes portugueses em cartaz esta semana, este é o melhor. Por alguma razão, talvez por ser o mais tradicional, leva com uma só estrela. Já o "Fogo-Fátuo", um filme armado ao pingarelho e cheio de problemas graves do ponto de vista ideológico, é tratado nas palminhas. Eu arrisco dizer que não são os filmes que estão em escrutínio mas sim os realizadores. Gonçalo Galvão Teles tem de esperar pelos 45 anos para receber um apoio, enquanto os festivais e os críticos escrevem textos de página e meia sobre vídeos que João Pedro Rodrigues faz com o telemóvel. Depois diz-se que o público tem má relação com o cinema nacional e bate-se o pé para que o cinema receba mais fatia do orçamento da cultura. Não nos enganemos: pessoas como Gonçalo Galvão Teles andam a por o pão na boca de pessoas como João Pedro Rodrigues.

Continuar a ler

Um filme BONITO

David Rodrigues

Num mundo escuro, entre as trevas, nada corre bem. E nós saímos da sala a pensar que era tão fácil que o mundo fosse melhor, está tudo nas nossas mãos. Um filme BONITO.

Continuar a ler

Excelente filme, imperdível mesmo

MJ Ferraz

Um filme pungente, forte e intenso, um murro no estômago, e sem dúvida aconselhável a todos os adolescentes e aos pais deles. Tem uma estética superior e raramente vista no cinema português. Óptimo argumento, actores de primeira água, fotografia linda e fabulosa realização. Parabéns ao cinema português, é dos melhores filmes que ele (agora) tem.

Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!