Fúria de Viver

Votos do leitores
média de votos
Drama 107 min 1955 M/16 09/02/2001 EUA

Título Original

Rebel Without a Cause

Sinopse

É um dos mais míticos filmes do cinema americano, e foi o filme que construiu, definitivamente, o mito de James Dean que já tinha morrido quando "Fúria de Viver" se estreou na América. Mas dizer que "é um filme de James Dean" é pouco, já que também lá estão Natalie Wood e Sal Mineo. Além do mais, em tudo "Fúria de Viver" "é um filme de Nicholas Ray" provavelmente, o mais comovente dos filmes de Ray. É no prodigioso "scope" (que o cineasta utilizava como ninguém) que está coreografada esta assombrada dança da adolescência, este encontro cósmico de três almas gémeas que querem fugir do mundo que os rodeia a América puritana dos anos 50 para construírem um mundo só deles. Não por acaso, as sequências mais marcantes deste filme passam-se no planetário de Los Angeles e numa casa abandonada de Beverly Hills. PÚBLICO

Críticas dos leitores

fúria de viver

Manuel Pais

Vi este filme já há muitos anos e como retrata em ficção a rebeldia da juventude dos anos 50 na America (a minha geração), gostaria de saber como poderei voltar a visualizar esta super produção de Nicholas Ray. Muito obrigado.
Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!