Mulher-Maravilha

Votos do leitores
média de votos
Aventura 141 min 2017 M/12 01/06/2017

Título Original

Wonder Woman

Sinopse

<div>Themyscira é uma ilha paradisíaca onde nasceu Diana, filha única de Hippolyta, rainha de uma tribo de amazonas. Com poderes sobre-humanos, desde criança que foi protegida do mundo exterior e treinada para ser uma guerreira imbatível. Quando conhece Steve, um piloto norte-americano cuja avioneta se despenha na ilha, percebe que, enquanto ela e a sua tribo vivem pacificamente na ilha, o resto do mundo está mergulhado num conflito global que parece não ter fim. É então que percebe que os seus superpoderes podem ser usados na luta contra o mal. Apesar da relutância da rainha em que ela abandone o reino para combater forças desconhecidas, Diana sabe que é chegado o momento de cumprir o seu destino, usando todas as suas forças para ajudar a terminar a guerra.</div><div>Com realização de Patty Jenkins ("Monstro", que valeu a Charlize Theron o Óscar de Melhor Actriz) e argumento de Allan Heinberg, um filme de acção e aventura que se baseia numa das mais representativas personagens da DC Comics. O elenco inclui Gal Gadot, Chris Pine, Robin Wright, Danny Huston, David Thewlis, Connie Nielsen e Elena Anaya. PÚBLICO</div><div> </div><div><br /></div>

Realizado por

Patty Jenkins

Elenco

Robin Wright , Gal Gadot, Chris Pine, David Thewlis

Críticas Ípsilon

Não existem críticas dos nossos críticos.

Críticas dos leitores

Mulher Maravilha

Fernando

Lembra-me o primeiro filme do capitão América... Como nasce o herói e... vamos ver se há mais filmes da Mulher Maravilha para tirar (eu) outras ilações.

Continuar a ler

Mulher Maravilha

Filipa

O filme é passado na 1ª Guerra Mundial (1918). <br />Achei longo, inverosímil. Mesmo sendo um filme Marvel, achei pobre a conjugação do lendário e mitológico, com a realidade da história da 1ª Guerra. Esperava melhor.

Continuar a ler

Recomendo

Elsa

Gostei, um filme agradável.

Continuar a ler

Mulher-Maravilha

João

Gostei muito.

Continuar a ler

Boa surpresa

Rui Plácido

Com planeamento iniciado nos anos 90, resultou num bom filme. <br />Estava céptico pela fantasia anunciada, mas somos logo envolvidos pela coerente e bela mitologia. <br />Tem um pouco de tudo, é um filme completo, desde que o vejamos sem pré-conceitos. Vê-se de forma muito agradável, ainda que pudesse ser menos longo. <br />Se a interpretação da heroína amazonas é de realçar, não menos a personagem de suporte (masculina). <br />Nesta escala, 5*.

Continuar a ler

Um Mau casamento

Jubino André

No meu entender, a ligação que foi feita entre a mitologia, a segunda-guerra mundial e esta personagem foi tremendamente má. A história é no mínimo fraca, e a atriz é fraquinha. Tem bons momentos, claro que sim, mas poucos.

Continuar a ler

Filme-Asco

Luís

Se eu quisesse ver uma tipa semi-nua, com tacões (sim, porque amazona/deusa que se preze é de cuzinho empinado), a falar como uma anormal e que, sempre que está a dar luta a uns tipos, é incapaz de transpirar (+ um privilégio de amazona), via um porno. Pelo menos não tinha que levar com umas guitarras estridentes (e/ou violinos) durante duas horas.

Continuar a ler

3* - Mulheres maravilha...

Luis

...as mulheres no seu melhor, a mostrarem que não ficam atrás dos homens no que se refere ao desempenho em filmes de ação e emoção - sub-aproveitadas então. Filme muito agradável e bom passatempo.

Continuar a ler

Diana - A Princesa Amazona

Ramiro Esteves Ferreira

<p>Uma agradável surpresa, com o início do filme a remeter-nos para a mitologia dos Deuses da Antiguidade numa paradisíaca ilha de guerreiras amazonas. <br />Um aviador que se despenha na ilha dá o mote para que Diana siga a sua  missão de salvar a humanidade, na altura da primeira guerra mundial. A interação entre a jovem deusa e o piloto Steve Trevor dá azo a diversas questões que nos fazem rir e refletir, desde o tempo, o prazer, o casamento, etc., numa história que se vê com agrado, apenas se tornando cansativa na parte final, de confronto e efeitos especiais, também porque o filme é um pouco longo.</p>

Continuar a ler

Podia mas não era a mesma coisa

Francisco Zuzarte

É a conclusão que se pode tirar de Wonder Woman. Tendo por base uma figura da banda desenhada, o filme joga de uma forma surpreendentemente segura, até à altura da batalha final, onde todo o tipo de exageros são permitidos, desnecessários quem sabe. <br />Pena que Robin Wright tenha um papel curto. Gal Gadot é uma Wonder Woman ainda à procura da forma de se enquadrar no papel. <br />Mas é um filme a ver.

Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!