Cinecartaz

Pub
Cartaz do Filme

A Mulher Serpente

Título original:
Cobra Woman
De:
Robert Siodmak
Com:
Maria Montez, Jon Hall, Sabu, Edgar Barrier
Outros dados:
EUA, 1944, Preto e Branco, 70 min.

Uma clássica extravagância kitsch, que poderemos ver numa magnífica cópia em Technicolor. A protagonista, a dominicana Maria Montez, foi por sinal chamada "a rainha do Technicolor", por este e outros filmes maravilhosamente ridículos. Em "Cobra Woman", ela tem dois papéis: Tollea, uma pacata beleza dos Mares do Sul e a sua cruel irmã gémea Naja, a mulher serpente do título, que reina despoticamente sobre um reino na selva onde há, evidentemente, sacrifícios humanos. Quem são as próximas vítimas em perspectiva? O noivo de Tollea, que veio salvá-la e um amigo dele. Um filme que marcou o trabalho do cineasta underground Jack Smith e que é idolatrado por todos os devotos do camp (forma consciente e assumida do kitsch).

Texto: Cinemateca Portuguesa

PUB

Votos dos Leitores

Média da votação dos leitores, num total de 0 votos (carregue na posição pretendida para votar)

Votos dos Críticos

Não existem votos dos nossos críticos.

Envie-nos a sua crítica

Para submeter o seu comentário tem que ter javascript activo no seu browser.

Pedimos que respeite os nossos Critérios de Publicação. Reservamo-nos o direito a não publicar quaisquer comentários inadequados ou ofensivos. O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados. Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.

Críticas dos nossos leitores

Não existem críticas dos nossos leitores. Por favor envie-nos a sua através do formulário à sua esquerda.