Cinecartaz

José Miguel Costa

2 estrelas

Harmony Korine (o queridinho de determinada franja de criticos de cinema) retorna aos grandes ecrãs (como realizador e argumentista) com “Beach Bum”, uma comédia trash híper exagerada sobre a trip permanente de um escritor boémio destituido de quaisquer filtros comportamentais, que se passeia pela vida sempre acompanhado por drogas, álcool e muitas mulheres de todas as cores e feitios (sob as expensas dos louros literários do seu passado, bem como da fortuna da sua jovem mulher).

Puro “delírio néon”, que inicialmente até pode nutrir algum efeito atractivo (pelo menos, enquanto nos deixamos iludir “pelo barulho” dos excelentes acessórios – fotografia e banda sonora – e pela performance non sense do camaleónico Matthew McConaughey) , no entanto, como “tudo o que é demais cansa”, a partir de determinado momento, torna-se simplesmente ridículo (ainda mais quando a narrativa é por demais pobrezinha).

Publicada a 13-05-2019 por José Miguel Costa