Cinecartaz

Raul Gomes

Muros e lamentações

Sobre as portas que teimam e não se abrir, os preconceitos ideológicos que afinal não dividem assim tanto como nos querem fazer crer e implementar.
Maniqueista q.b. como um branqueamento da realidade, que ao de leve nos é mostrada.
Bom filme de reflexão sobre a vida, a família e a inserção na sociedade, com os seus preconceitos absurdos..
Um prazer ver um dos últimos moicanos, James Caan, de quem já sentíamos saudades, bem secundarizado por Tom Hollander, num filme a não perer.

Publicada a 15-04-2019 por Raul Gomes