Cinecartaz

Sérgio Castro

Pieguices sentimentais

Bluf de filme!
Narrativa estereotipada de uma crise conjugal, quiçá desnorteada por uma situação-limite do tipo "avalanche de neve"!
Então uma das cenas finais, em que o marido, à porta do quarto do hotel, se põe a chorar desalmadamente... é de chorar a rir!
Argumento e guião fraquíssimo numa perspectiva de quem aprecia cinema de qualidade... por exemplo um Mestre como Ingmar Bergman... também ele sueco!


Contudo, poderá obviamente ser visto, nem que seja para ver a enorme diferença entre um filme sem qualidade (2*) e... um filme de qualidade, mais uma vez Ingmar Bergman: "Lágrimas e Suspiros" / "O Sétimo Selo" / "Cenas da Vida conjugal", etc, etc.

Publicada a 23-05-2015 por Sérgio Castro