Cinecartaz

Filipe Teixeira

Paris

Absurdamente bonito, resume o filme. Com algumas falhas numa máquina que poderia ser bem mais oleada, "Paris" torna-se num dos filmes que melhor explora as pequenas coisas. Cru e sem artifícios desnecessários, a beleza do filme toma uma forma ainda mais poderosa com a brilhante interpretação de Juliette Binoche que mostrou que, apesar das suas pausas prolongadas, está para ficar.

Publicada a 20-10-2008 por Filipe Teixeira