Shrek o Terceiro

Votos do leitores
média de votos
Animação, Comédia, Fan 92 min 2007 M/4 21/06/2007

Título Original

Shrek the Third

Sinopse

Quando Shrek, o mais querido dos ogres, verde, feio e com mau hálito, se casou com Fiona, a última coisa que estava nos seus planos era ser Rei. Mas quando o seu sogro, o Rei Harold, começa a coaxar, é esse o destino que o espera. A menos que Shrek, com a ajuda dos seus leais amigos Burro e Gato das Botas, consiga arranjar um Rei decente para o substituir no trono do reino Far Far Away (uma espécie de Hollywood, em versão conto de fadas). Caso contrário, terá mesmo que usar a coroa e aguentar-se no cargo!<br/> O candidato mais promissor é Artie, primo de Fiona, um estudante muito baldas da época medieval. Mas será que ele está à altura de ser Rei?<br/> Reinvenção do conto de fadas, com tanto de maravilhoso, como de perverso, Shrek é uma animação que reúne crianças e adultos (com algumas piadas só para os mais velhos, basta relembrar a banda sonora do segundo filme em que eram convocados Nick Cave e Tom Waits). Na versão original, Mike Myers, Eddie Murphy, Cameron Diaz e Antonio Banderas dão voz a estes personagens animados <p/>PUBLICO.PT

Realizado por

Chris Miller

Elenco

Eddie Murphy (Voz), Mike Myers (Voz), Cameron Diaz (Voz)

Críticas Ípsilon

Botas para que vos quero

Vitor Moura

Ler mais

Heróis e vilões: procuram-se

Mário Jorge Torres

Ler mais

O Terceiro

Jorge Mourinha

Ler mais

Shrek o Terceiro

Luís Miguel Oliveira

Ler mais

Críticas dos leitores

cine

Do 1º filme ao segundo, teve sempre uma boa espectativa, ou seija muito cómica.<BR/>No 1º filme quando se conheçerao as persunagens prinçipais.., O filme teve muita piada, tanta essa piada como o carisma das persunagens que garantitão a trilogia, dizendo se mesmo que o "Sherek" é um clássico de animação.<BR/>No 2º filme o "Sherek" Saltou pouco acima do estilo abitual do "Sherek"

Continuar a ler

Moura

O filme perdeu muito do humor satírico (conhecido por séries cómicas como The Simpsons e Family Guy) para tentar um público mais infantil, com gags demasiado óbvios. Uma parte que eu considerei bastante fraca, diria enfadonha mesmo, foi quando branca de neve atacava os guardas (árvores), depois de uma imitação bastante razoável do filme da Disney de 1996 (efeitos da technicolor e o som copiado directamente), fez com que os animais atacassem, de forma bastante 'chocante' com o grito...fatal.<BR/>O fim não se focou no objectivo pricipal da inteira série: fazer rir.<BR/>O filme em si soube a pouco e daria uma pontuação de 2.5 estrelas.

Continuar a ler

nando

Demasido fraco o filme, argumento pouco sustendado e mt forçado, sem sentido de humor...um filme para ser razoavelmete bom, na minha opinião, terá de provocar algum tipo de reacção, e este simplesmente me causou sono.É verdade que as personagens, as vozes e animação é boa, mas não chega...<BR/>

Continuar a ler

http://omurodaslamentacoes.blogs.sapo.pt

À parte a minha implicância com a versão portuguesa do título e com a legendagem (optei por ver a versão original legendada), e tirando o facto de estar escrito algures que sempre hei-de ver os filmes da série "Shrek" a partir da segunda fila, o que dá uma dimensão totalmente diferente à imagem (mais em forma de jogo de ténis, porventura), gostei do que vi.<BR/>Se do primeiro para o segundo se notou um salto na qualidade do argumento e também da animação, este terceiro não desapontou, embora não tenha também acrescentado propriamente nada de novo, principalmente na primeira vertente, já que, em termos de animação, se nota que a informática não deixa de progredir.<BR/>"Shrek, o Terceiro" continua a fórmula adoptada nos anteriores filmes, apelando simultaneamente ao imaginário infantil (não esquecer que, na base, se trata dum filme para crianças) e à realidade dos pais, com alguma crítica social à mistura. Apesar disso, será talvez o filme que tem o argumento mais complexo, no sentido em que a entrada de personagens em catadupa retira alguma consistência interna. Desde quando Gepetto é inimigo de Pinóquio? Por que hão-de as irmãs da Cinderela estar zangadas uma com a outra? São apenas alguns exemplos de como a reorganização mais rebuscada do imaginário infantil tradicional pode acabar por ser contraproducente.<BR/>Anunciam-se o quarto e o quinto filmes da série; a consagração ou a queda dum herói?

Continuar a ler

anita

Considero este o melhor dos 3 filmes do Shrek. E não me custou nada rir, vezes sem conta, durante o filme!! GENIAL!

Continuar a ler

ricardo cotrim

Muito bom o filme! Para mim ligeiramente melhor que os anteriores.<BR/><BR/>Só acho estranho o publico dar uma votação de 4,4 valores e os 3 criticos darem 2 estrelas, ou seja uma nota negativa...loool é impressionante...<BR/><BR/>1º Explicação:<BR/>Para eles o filme é mau e não cumpre o grande objectivo que é fazer rir as pessoas... Se calhar deve ter as animações mal feitas, piadas muito fracas, as vozes mal interpretadas, uma historia básica... acho q é melhor nem verem o filme pessoal senão ainda saem é a chorar.<BR/><BR/>2º explicação:<BR/>Outra explicação que deve ser a mais certa, é q de todos os criterios a originalidade deve ter para eles um peso de 90*, mais os 5* do criterio: quantidade de personagens (que são imensas e cada uma delas com personalidades bastante complexas.. ui ui) concluiram que o filme é mau. <BR/><BR/>3ºexplicação:<BR/>Outra explicação: um deles deu duas estrelas, os outros até gostaram do filme, mas para não serem gozados pelo outro que ainda vêem bonequinhos deram também 2 estrelas.

Continuar a ler

bernado

este filme é LLLLIIIIIIINNNNNDDDDDDDDDDDDOOOOO<BR/>

Continuar a ler

marlene esteves

achei os filhos do ogre muito fofinhos.....mas um bocado xatos, eram muito giros !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Continuar a ler

RITA (http://cinerama.blogs.sapo.pt/)

SHREK THE THIRD<BR/>de Chris Miller e Raman Hui<BR/><BR/><BR/>Na terceira viagem ao mundo de Far Far Away, encontramos o Rei Harold (John Cleese) no seu leito de morte, informando Shrek (Mike Meyers) que ele é o herdeiro ao trono. Recusando assumir uma tarefa que o assusta, Shrek consegue ainda saber que a única outra pessoa que poderia reclamar legitimamente o trono seria um jovem de seu nome Arthur (Justin Timberlake). Muito a contragosto da Princesa Fiona (Cameron Diaz), que acaba de saber que está grávida, Shrek parte, com Donkey (Eddie Murphy) e Puss in Boots (Antonio Banderas), em busca de Arthur. <BR/><BR/>Entretanto, o Príncipe Charming (Rupert Everett), reduzido a fazer cafés-concerto, jura perante a foto da sua mãe vingar-se de Shrek e Fiona e reclamar para si o trono de Far Far Away. O seu plano inclui aliar a si um grupo de vilões de contos de fada (a Bruxa Má e o Capitão Gancho, entre outros), desejosos também eles do seu próprio “e viveram felizes para sempre”. <BR/><BR/>Sem a ajuda de Shrek, Fiona e a Rainha Lilian (Julie Andrews) juntam um grupo de donzelas, onde se inclui Rapunzel (Maya Rudolph), Branca de Neve (Amy Poehler), Cinderela (Amy Sedaris) e uma narcoléptica Bela Adormecida (Cheri Oteri) para defenderem o castelo. <BR/><BR/>“Shrek The Third” é inferior que os seus antecessores sobretudo a nível do texto. O humor é mais fácil e, em demasiadas ocasiões, previsível. A banda sonora está longe de ser brilhantemente adaptada às situações, e nenhuma das novas personagens é tão encantadora como o Puss in Boots (Antonio Banderas) de “Shrek 2”. Ainda assim, “Shrek The Third” funciona. Primeiramente, porque tem o cuidado de fazer evoluir as suas personagens principais; depois, porque as novas personagens secundárias conseguem, em termos globais, cativar-nos pelas suas idiossincrasias. Aqui está compreendida a integração de mais um ex-Monty Python, Eric Idle, na voz de Merlin e com inegáveis parecenças físicas. <BR/><BR/>A sátira à cultura actual não é tão acutilante como anteriormente, mas a visita a este “anti-conto-de-fadas” continua a ser um prazer para os sentidos. Porque às vezes não precisamos de desculpas elaboradas para rir. <BR/><BR/>P.S.- Não vale a pena ficaram na sala após a primeira parte do genérico, desta feita não há surpresas. <BR/><BR/><BR/>6/10<BR/>

Continuar a ler

Carolina

Gostei muito do filme, foi uma agradável surpresa. Sendo um terceiro episódio não tinha muitas expectativas. Mais uma vez não creio que o publico alvo seja o infantil, aliás como não o são a maior parte dos outros filmes da Disney.

Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!