Cantiga da Rua

Votos do leitores
média de votos
Votos do leitores
média de votos
Drama 116 min 1950 POR

Título Original

Cantiga da Rua

Realizado por

Sinopse

Vindo do teatro e iniciado no cinema como actor, Henrique Campos será porventura um dos realizadores mais marcantes das contradições extremas de uma geração intermédia da ficção portuguesa – aquela que, nos finais de quarenta e na década de cinquenta, almejou explorar os filões mais populares da geração anterior sem a preparação e o ímpeto modernista que tinham estado na base deles. Encorajado pelo filão, sem a formação alternativa apesar de tudo encontrada por outros no mesmo período (como Queiroga), dir se ia que Campos avançou para a realização assumindo como trunfos exclusivos os próprios contornos de género, as convenções regionalistas, os atores ou (como neste caso) a música. Se não outro, a obra teve reconhecimento público: feito para as canções de Alberto Ribeiro, “Cantiga da Rua” foi um dos maiores êxitos comerciais da época (porventura o maior) tornando se objecto incontornável na revisitação e interrogação que aqui temos levado a cabo sobre o período. Texto: Cinemateca Portuguesa

Críticas dos leitores

Não existem críticas dos nossos leitores. Por favor envie-nos a sua através do formulário.

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!