Até à Eternidade

Votos do leitores
média de votos
Guerra, Romance, Drama 118 min 1953 M/12 30/07/2015

Título Original

From Here To Eternity

Sinopse

<p>Baseado num best-seller, cuja crueza foi atenuada no cinema, situado num quartel americano de Pearl Harbour pouco antes do ataque japonês, "Até à Eternidade" é menos um filme de guerra (apesar de magníficas sequências, algumas com combates reais) do que um estudo sobre as frustrações sexuais dos diversos protagonistas. O filme que estabeleceu Frank Sinatra como um verdadeiro actor. Montgomery Clift dá uma lição do "Método" e Lancaster e Deborah Kerr têm uma célebre cena de amor na praia que, à época, causou escândalo. Oscar de melhor filme, melhor realizador, melhor actor secundário (Sinatra), melhor actriz secundária (Donna Reed), melhor argumento adaptado, melhor fotografia, melhor som e melhor montagem. PÚBLICO</p>

Realizado por

Fred Zinnemann

Elenco

Frank Sinatra, Deborah Kerr, Burt Lancaster, Montgomery Clift

Críticas Ípsilon

À medida do Óscar

Jorge Mourinha

Uma reposição desnecessária para um filme de prestígio.

Ler mais

O pós-guerra a olhar para o pré-guerra

Luís Miguel Oliveira

Um argumento denso e nada eufórico no seu retrato do militarismo americano.

Ler mais

Até à Eternidade

Vasco Câmara

Ler mais

Até à Eternidade

Jorge Mourinha

Ler mais

À espera da guerra

Luís Miguel Oliveira

Um típico filme do pós-guerra hollywoodiano e de um novo tipo de sensibilidade, mais complexo, menos maniqueísta, que o final dos anos 40 introduziu.

Ler mais

Críticas dos leitores

Norberto Augusto Hormain Barcellos

O diretor é excelente, fez convencer Burt Lancaster como um baita macho, a asséptica Deborah Kerr como mulher sensual, até o canastrão do Frank Sinatra ganhou um Óscar. Sem dúvida é o cara..

Continuar a ler

Miguel Simal

<p>Porque ai Jesus se os críticos do Público se atrevem a dar mais de 3 Estrelas a um bom filme norte-americano. </p><p>(Então um clássico recordista de Óscares, até me espanta que não tenham corrido o filme a uma bola.) <br /> <br />Tenham vergonha... Até se tornam patéticos com estes votos.</p>

Continuar a ler

Manuel Peñascoso

Não é referido o trompetista Ziggy Elman que dobra Montgomery Clift no fantástico toque a silêncio!

Continuar a ler

António Batista

Bons actores, um dos melhores filmes norteamericanos. E há tantos bons...

Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!