Arbitrage - A Fraude

Votos do leitores
média de votos
Drama, Thriller 107 min 2012 M/12 11/10/2012

Título Original

Arbitrage

Sinopse

Aos 60 anos, Robert Miller (Richard Gere) é dono de uma das maiores fortunas dos EUA. Apesar de um longo e estável casamento com Ellen (Susan Sarandon), o seu grande orgulho é a filha Brooke (Brit Marling), cuja inteligência e capacidade de trabalho faz prever uma carreira de sucesso na gestão do património. Porém, o que ninguém imagina é que ele está à beira do colapso e que tem preparada uma última jogada financeira que poderá, ou não, salvar o seu império. Certa noite, numa viagem de carro com Julie Côte (Laetitia Casta), a sua amante, Miller adormece e tem um acidente. Ao perceber que Julie não sobreviveu e que a situação ficou fora do seu controlo, entra em pânico e foge. A partir daquele momento, o magnata vê-se envolvido numa espiral de mentiras e contradições. E, ao mesmo tempo que tenta não ser implicado na morte da amante por Michael Bryer (Tim Roth), um detective que teima em investigar o acidente, vai ter de lidar com algumas descobertas muito comprometedoras feitas pela própria filha.<br />Um "thriller" policial com argumento e realização de Nicholas Jarecki. PÚBLICO

Realizado por

Nicholas Jarecki

Elenco

Richard Gere, Tim Roth, Brit Marling

Críticas Ípsilon

Não existem críticas dos nossos críticos.

Críticas dos leitores

L Cardoso

Pode não ser lá um grande filme, mas parado e monótono...?

Continuar a ler

Jo Santos

<p>Não percebo onde o Gere tem uma grande interpretação... Não aconselho a ir ao cinema ver o filme pois de tão parado e monótono ainda se adormece na cadeira.</p>

Continuar a ler

F. Ramos

<p>Gostei do filme; o argumento é bem imaginado, retrato de uma sociedade que em que os fins justificam os meios. A aparência domina; a hipocrisia reina; o poder corrompe. Efectivamente, é a nossa Sociedade que chega ao fim! "A crise", é o resultado de fraudes e fraudes. Com algum nojo, ficamos à espera do final da história, que é tão torpe como tudo o mais. Faz lembrar os tempos - fins dos anos 60, princípio dos 70 em que os heróis tinham de morrer. A Direcção de actores, a montagem e a fotografia são escorreitas, o filme vive do argumento.</p>

Continuar a ler

António Brito

Filme vê-se bem e espelha bem a realidade de alguns executivos a jogar nos mercados financeiros. Policial empolgante e que se vê muito bem.

Continuar a ler

Rodrigo Belard

Richard Gere numa grande interpretação com argumento de valor. Vale a pena, não sairá desiludido.

Continuar a ler

L Cardoso

<p>Intenso, consegue prender-nos até ao último minuto, o que talvez não esperasse de um filme de Gere. Engano, uma das suas melhores interpretações!<br />Bom elenco, argumento forte. Bom filme!</p>

Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!