Cinecartaz

Pub

A Vida Extraordinária de Louis Wain

Título original:
The Electrical Life of Louis Wain
De:
Will Sharpe
Com:
Benedict Cumberbatch, Claire Foy, Andrea Riseborough, Toby Jones
Género:
Drama, Biografia
Classificação:
M/12
Outros dados:
GB, 2021, Cores, 91 min.

Filho de pai inglês e mãe francesa, Louis Wain nasceu a 5 de Agosto de 1860 no bairro de Clerkenwell, Londres. Órfão de pai desde cedo, viveu com a mãe e as cinco irmãs, que nunca chegaram a casar-se e que se tornaram financeiramente dependentes dele durante toda a vida. Estudou numa escola de artes, onde chegou a leccionar. Mais tarde, abandonou o ensino para se dedicar exclusivamente ao desenho, colaborando com a “Illustrated Sporting and Dramatic News” e com a “The Illustrated London News”, numa altura em que as notícias ainda não eram acompanhadas de fotografias. Com um gosto particular em ilustrar animais, foram os seus gatos antropomorfizados, com olhos grandes e expressivos, que o tornaram famoso em todo o mundo. A sua maior inspiração para essas obras foi a mulher, Emily Richardson, que ele amou profundamente, e Peter, o gato vadio adoptado por ambos. Com o tempo, o comportamento de Louis foi-se tornando cada vez mais errático, até ser diagnosticado com esquizofrenia. Apesar da doença, Louis Wain nunca deixou de criar, deixando uma extensa obra atrás de si. 
Com assinatura de Will Sharpe (“Black Pond”), que segue um argumento seu e de Simon Stephenson, este filme percorre a vida adulta do artista, durante as fases mais criativas da sua carreira, até à sua morte, em 1939. As personagens são interpretadas por Benedict Cumberbatch, Claire Foy, Andrea Riseborough, Toby Jones e Nick Cave, no papel do escritor H. G. Wells. PÚBLICO

PUB

Votos dos Leitores

Média da votação dos leitores, num total de 14 votos (carregue na posição pretendida para votar)

Votos dos Críticos

Envie-nos a sua crítica

Para submeter o seu comentário tem que ter javascript activo no seu browser.

Pedimos que respeite os nossos Critérios de Publicação. Reservamo-nos o direito a não publicar quaisquer comentários inadequados ou ofensivos. O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados. Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.

Críticas dos nossos leitores

  • Pedro Leitão

    Imperdível

    Sozinhos na sala de cinema a desfrutar de um filme que nos tocou pela magia de quem via o mundo c (continuar a ler)