Cinecartaz

Pub

Blinded by the Light - O Poder da Música

Título original:
Blinded by the Light
De:
Gurinder Chadha
Com:
Viveik Kalra, Kulvinder Ghir, Meera Ganatra
Género:
Comédia Dramática, Biografia
Classificação:
M/12
Outros dados:
GB, 2019, Cores, 117 min.

Luton (Inglaterra), década de 1980. Javed, um jovem imigrante paquistanês, tenta adaptar-se à cultura de um país radicalmente diferente do seu, ao mesmo tempo que se esforça por respeitar e seguir as tradições da sua família. Um dia, um amigo mostra-lhe uma cassete com as músicas de Bruce Springsteen. Aquelas letras, que ecoam no mais profundo de si mesmo, vão transformá-lo. Com elas, vai aprender qual o seu lugar no mundo e perceber o que existe de comum entre si e os que o rodeiam. Mas o pai, um homem com resistência à mudança, vai ter dificuldades em aceitar as suas escolhas.
Com assinatura da realizadora inglesa de origem indiana Gurinder Chadha ("Joga Como Beckham", "A Noiva Indecisa", "Adeus Índia"), um filme que transpõe para o grande ecrã o livro de memórias do jornalista Sarfraz Manzoor que, ao lado da realizadora e de Mayeda Berges, também se responsabiliza pelo argumento. Estreado no Festival de Cinema de Sundance (EUA), conta com Viveik Kalra, Hayley Atwell, Rob Brydon, Kulvinder Ghir e Nell Williams nos papéis principais. "Blinded by the light", o título do filme, é também o nome de uma música escrita por  Bruce Springsteen, que faz parte do álbum "Greetings from Asbury Park, N.J.", editado em 1973. PÚBLICO

PUB

Votos dos Leitores

Média da votação dos leitores, num total de 33 votos (carregue na posição pretendida para votar)

Votos dos Críticos

Não existem votos dos nossos críticos.

Envie-nos a sua crítica

Para submeter o seu comentário tem que ter javascript activo no seu browser.

Pedimos que respeite os nossos Critérios de Publicação. Reservamo-nos o direito a não publicar quaisquer comentários inadequados ou ofensivos. O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados. Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.

Críticas dos nossos leitores