Cinecartaz

Paulo Dias da Silva

Para esquecer

Uma série de repetidos e aborrecidos chavões sempre com o objectivo de generalizar acontecimentos funestos que só podem responsabilizar individualmente quem os pratica. Uma forma sempre perversa de abordar o tema sensível sem respeito pelos intervenientes e criando novas vítimas!

Publicada a 13-02-2016 por Paulo Dias da Silva