Cinecartaz

Egas Branco

Belíssima Obra

A não perder "Tabu", de Miguel Gomes, premiado no 62º Festival de Cinema de Berlim (Berlinale), com o prémio Alfred-Bauer. Só a título de curiosidade, o director do festival deste ano era Mike Leigh, um dos cineastas da actualidade cuja obra mais admiramos.
Já vi e gostei muito! Constituído por duas partes, que convém ver seguidas, que compõem um todo excepcional. Brilhante como Cinema. Fotografado a preto e branco, mas nada a ver em termos de qualidade com recente, sofrível e oscarizada imitação do mudo.
Críticos franceses (da famosa revista "Positif") referem a beleza literária da voz em off, que narra a segunda parte, comparando-a com outra obra-prima, "Vale Abraão", de Manoel de Oliveira (que é para mim o melhor filme do decano dos realizadores). Estou completamente de acordo com a opinião.
Teresa Madruga, Laura Soveral, Ana Moreira, Isabel Cardoso: quatro grandes actrizes, numa equipa magnífica. Uma belíssima obra, que quem gosta de Cinema não deve perder.

Publicada a 11-04-2012 por Egas Branco