A Chiara

Votos do leitores
média de votos
Drama 121 min 2021 M/12 28/04/2022

Título Original

A Chiara

Sinopse

Claudio e Carmela Guerrasio reúnem-se com amigos numa grande festa para celebrar o 18.º aniversário de Giulia, a filha mais velha. No dia seguinte, ele desaparece. Apesar das palavras tranquilizadoras de Carmela, a filha Chiara, de 15 anos, decide investigar as verdadeiras causas do desaparecimento do pai. É assim que descobre que a família tem uma série de negócios com a máfia. 
Estreado no Festival de Cinema de Cannes, um filme dramático realizado e escrito por Jonas Carpignano, autor de “Mediterreânea” (2015) e “A Ciambra” (2017), cuja acção também decorre na região da Calábria, Itália. A assumir as personagens estão Swamy, Claudio, Grécia, Giorgia, Carmelo, Vincenzo e Salvatore Rotolo (todos da mesma família), bem como Silvana Palumbo e Carmela Fumo, entre outros. PÚBLICO

Realizado por

Jonas Carpignano

Elenco

Carmela Fumo, Swamy Rotolo, Claudio Rotolo, Grecia Rotolo

Críticas Ípsilon

Segredos e mentiras de uma família calabresa

Luís Miguel Oliveira

Não nos vai ser revelada uma família mafiosa, vai-nos ser mostrado o olhar de uma personagem a quem essa família se revela.

Ler mais

Críticas dos leitores

3 estrelas

José Miguel Costa

"A Chiara", do realizador italo-americano Jonas Carpignano (herdeiro incontestável do movimento neorrealista italiano) é um drama (com um cheirinho de triller) que nos "agrafa" (quase literalmente) à adolescente de 16 anos que dá nome ao filme, para que não percamos pitada das reações manifestadas pela mesma após desconfiar que a sua familia alegadamente integra a mafia local (região da Calábria), decorrente do desaparecimento repentino do pai. <br /> <br />Uma história sobre as dores do crescimento e a perda da inocência que, apesar de possuir uma narrativa algo insipida (sem grandes "desenvolvimentos"), revela uma enorme intensidade dramática devido ao magnetismo da protagonista (Swamy Rotolo), captado (mum registo naturalista) por uma frenética câmara de mão que jamais desgruda de si.

Continuar a ler

3 estrelas

José Miguel Costa

"A Chiara", do realizador italo-americano Jonas Carpignano (herdeiro incontestável do movimento neorrealista italiano) é um drama (com um cheirinho de triller) que nos "agrafa" (quase literalmente) à adolescente de 16 anos que dá nome ao filme, para que não percamos pitada das reações manifestadas pela mesma após desconfiar que a sua familia alegadamente integra a mafia local (região da Calábria), decorrente do desaparecimento repentino do pai. <br /> <br />Uma história sobre as dores do crescimento e a perda da inocência que, apesar de possuir uma narrativa algo insipida (sem grandes "desenvolvimentos"), revela uma enorme intensidade dramática devido ao magnetismo da protagonista (Swamy Rotolo), captado (mum registo naturalista) por uma frenética câmara de mão que jamais desgruda de si.

Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!