Lucy

Votos do leitores
média de votos
Acção, Ficção Científica 89 min 2014 21/08/2014

Título Original

Lucy

Sinopse

<p>Lucy é uma jovem norte-americana a estudar na cidade de Taipé, capital de Taiwan. Um dia, é forçada a transportar uma droga sintética chamada CPH4, que terá de carregar dentro do próprio corpo numa viagem à Europa. Quando é apanhada e violentamente agredida, rompe-se o saco de estupefacientes que estava dentro de si e a droga é lentamente assimilada pelo seu organismo. Como resultado, Lucy começa a sentir uma série de efeitos físicos e mentais que se revelam poderes sobre-humanos: força, telecinesia, ausência de dor e uma excepcional capacidade de absorver conhecimentos de todo o género. Quando se consegue livrar dos captores e regressa ao seu apartamento, Lucy, transformada numa verdadeira máquina de matar, tem apenas uma coisa em mente: encontrar uma forma de parar os efeitos e salvar a sua vida. É então que, numa pesquisa pela internet, se depara com o nome de Samuel Norman, um professor universitário que dedicou a sua carreira a investigar todos os processos executados pelo cérebro humano. Segundo os seus estudos, uma pessoa normal usa apenas 10% da total capacidade cerebral, sendo os outros 90% um mundo desconhecido de competências por explorar. Compreendendo que toda a esperança reside no trabalho de Dr. Norman, Lucy sabe que não tem alternativa senão confiar nele. É assim que, entre os dois, se inicia uma parceria que os levará mais longe do que alguma vez poderiam imaginar, muito para além de toda a racionalidade…<br /> Um "thriller" de ficção científica escrito e realizado pelo francês Luc Besson ("Vertigem Azul", "Nikita - Dura de Matar", "O 5.º Elemento"), com Scarlett Johansson e Morgan Freeman como protagonistas. PÚBLICO</p>

Realizado por

Luc Besson

Elenco

Morgan Freeman, Analeigh Tipton, Scarlett Johansson

Críticas Ípsilon

A oportunidade desperdiçada da super-mulher

Jorge Mourinha

Quando resulta, dá um Quinto Elemento, quando não resulta, dá Lucy

Ler mais

Críticas dos leitores

Fraco

Carlos Nunes

Sinceramente gostei mais do filme "Sem Limites", pois tinha um enredo que conseguia prender o espectador ao contrário deste filme, que achei muito fraco...

Continuar a ler

Não gostei

Osni

Cópia mal feita do excelente "Sem Limites".

Continuar a ler

Gostámos

Luis Moisao

Desde sempre apreciadores de Cinema, gostámos em especial da "temática" do filme que nos "arrastou" e divertiu pelo seu bom desempenho. Tentámos "adivinhar" o seu final, que esse sim, nos surpreendeu pela sua "imprecisão". Recomendamos.

Continuar a ler

Argumento original, pena o final

Paulo Lisboa

Fui ver o filme porque achei o argumento fora do normal, de enorme potencial e também porque gosto muito dos actores Scarlett Johnansson e do Morgan Freeman. <br /> <br />O filme tem um argumento muito original, boas prestações de todos os actores, dinamismo, bons efeitos especiais e levanta questões pertinentes. Pena que a parte final se tenha perdido um bocado em exageros de efeitos especiais e o final do filme tenha sido algo decepcionante. <br /> <br />Estamos perante um filme entre o suficiente mais e o bom pequeno, que só não é completamente bom pelo final bizarro que o filme tem. <br /> <br />Numa escala de 0 a 20 valores, dou 14 valores a este filme.

Continuar a ler

Dois tempos

Isabel Marques

Sou fã dos filmes do Luc Besson e da Scarlett Johansson e o início do filme está muito bem construído e filmado, a ideia é original e diferente. Infelizmente, na minha opinião, a segunda parte do filme é de uma extrema desilusão, mistura vários géneros cinematográfica (corrida de carros, ficção cientifica, comédia) que só participa do fim muito mal amanhado e construído do filme. Parece que foii escrito por duas pessoas diferentes tão a diferença no argumento e na realização é grande! Com muita pena minha!

Continuar a ler

Qb

Paulo Fortunato

Grande potencial de argumento , boa actriz e bons efeitos, mas fraquinho no geral , bom para distrair.

Continuar a ler

Criticos refletem vendas do Publico

Miguel Santos

O jornal Público deve pensar muito bem o que pretende para o futuro porque algo vai muito mal quando a maioria acho o filme bom e os críticos acham o filme mau. Belmiro de Azevedo disse que o Público devia fazer com que o jornal fosse rentável mas será que as minorias vendem? A continuar assim com votos para minorias o futuro do Público está traçado será mais um jornal com os dias contados!! Arranjem críticos de “blockbusters” para a maioria, a tal que faz vender jornais e filmes!!!

Continuar a ler

Bom. Pena os exageros

Antônio Lavado

Excelente filme. Bons actores, boas imagens e som. O conteúdo do filme e o desenvolvimento do mesmo, são para mim, bastante atractivos. O senão, são os exageros desnecessários e que dão alguma banalidade em determinados momentos.

Continuar a ler

Críticos de cinema devem ser ET's

Fernando Castello-Branco

Rarissimamente acontece que a minha opinião seja igual à dos criticos. Ou os neurónios deles são muito 'à frente' dos meus? O filme é bom, entretém e diverte! Mas os pseudo-intelectuais só dizem bem de filmes com "mensagem".....tenham juizo.

Continuar a ler

Obra-prima do cinema moderno

Nuno

É preciso perceber a mensagem e pelos vistos quase ninguém percebeu...

Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!