Cinecartaz

Pub
Cartaz do Filme

Madame de...

Título original:
Madame de...
De:
Max Ophüls
Com:
Charles Boyer, Danielle Darrieux, Lia de Léa, Vittorio de Sica
Género:
Drama
Outros dados:
ITA/FRA, 1953, Preto e Branco, 102 min.

"Madame de...", de Max Ophüls é considerada por muitos críticos como a melhor obra deste realizador alemão, naturalizado francês e radicado nos EUA. Partindo da adaptação de um romance de Louise de Vilmorin, Max Ophüls constrói uma história romântica esculpida por equívocos e coincidências. Danielle Darrieux interpreta o papel da Madame, esposa mimada de Général André de (Charles Boyer). Encerrada num casamento sem amor, mas de consentimento mútuo, a Madame ocupa os seus dias a aumentar as suas dívidas e as noites a seduzir jovens, enquanto o seu marido se encontra com a amante. A névoa de respeito que envolve e protege a relação de mentiras é destruída por um par de brincos que ela vende em segredo para pagar as dívidas e que o marido compra de novo para oferecer à amante. Numa comédia de enganos característica de Max Ophüls, os brincos vão ter de novo às mãos da Madame. Situando a história em Paris, em finais do século XIX, o realizador faz um retrato da alta sociedade parisiense da "Belle Époque". "Madame de..." foi nomeado para o Óscar de melhor guarda roupa (Georges Annenkov e Rosine Delamare) em 1955.

 

PUBLICO.PT

PUB

Votos dos Leitores

Média da votação dos leitores, num total de 10 votos (carregue na posição pretendida para votar)

Votos dos Críticos

Não existem votos dos nossos críticos.

Envie-nos a sua crítica

Para submeter o seu comentário tem que ter javascript activo no seu browser.

Pedimos que respeite os nossos Critérios de Publicação. Reservamo-nos o direito a não publicar quaisquer comentários inadequados ou ofensivos. O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados. Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.

Críticas dos nossos leitores

Não existem críticas dos nossos leitores. Por favor envie-nos a sua através do formulário à sua esquerda.