Cinecartaz

Pub
Cartaz do Filme

Yoshiwara

Título original:
Yoshiwara
De:
Max Ophüls
Com:
Pierre-Richard Wilm, Michiko Tanaka, Sessue Hayakawa
Outros dados:
FRA, 1937, Preto e Branco, 88 min.

Com a chegada dos nazis ao poder, Max Ophuls deixou a Alemanha e, até partir para os Estados Unidos em 1939, realizou oito filmes em França, um na Itália e um na Holanda. YOSHIWARA é um dos menos conhecidos destes filmes. Trata-se de um melodrama “exótico”, ambientado no bairro da prostituição em Tóquio. Em 1890, uma mulher de origem nobre é forçada a trabalhar como gueixa para sustentar a família. Apaixonado por ela, um homem que puxa um riquexó tenta reunir a quantia de dinheiro necessária para resgatá-la, mas ao perceber que ela está apaixonada por um tenente russo denuncia-os. Michele Mancini, um dos admiradores do filme, menciona entre as características do estilo de Ophuls visíveis em YOSHIWARA “a ilusão, a circularidade, o gosto pelas máquinas e os artifícios teatrais e a extraordinária féerie visual de algumas passagens”.

Texto: Cinemateca Portuguesa 

PUB

Votos dos Leitores

Média da votação dos leitores, num total de 0 votos (carregue na posição pretendida para votar)

Votos dos Críticos

Não existem votos dos nossos críticos.

Envie-nos a sua crítica

Para submeter o seu comentário tem que ter javascript activo no seu browser.

Pedimos que respeite os nossos Critérios de Publicação. Reservamo-nos o direito a não publicar quaisquer comentários inadequados ou ofensivos. O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados. Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.

Críticas dos nossos leitores

Não existem críticas dos nossos leitores. Por favor envie-nos a sua através do formulário à sua esquerda.