Cinecartaz

Pub
Cartaz do Filme

Frágeis

Título original:
Fragile
De:
Jaume Balagueró
Com:
Calista Flockhart, Yasmin Murphy, Elena Anaya
Género:
Thriller
Classificação:
M/16
Outros dados:
ESP, 2005, Cores, 93 min.
Links:
Site Oficial

Após mais de um século em funcionamento, o hospital pediátrico de Mercy Falls vai fechar, mas por causa de um acidente de comboio, a mudança é mais prolongada do que o esperado. Amy (Calista Flockhart) é uma jovem enfermeira, enviada de Londres para ajudar, que rapidamente percebe que algo assombra aquele lugar. Algo cheio de dor. As crianças estão nervosas. E têm medo. Chamam-lhe "a Menina Mecânica". Dizem que esta criança vive no 3.º piso, o piso que foi fechado e selado há mais de 40 anos... Aos poucos, esta presença começa a fazer-se notar, tornando-se agressiva, movimentando-se pelos corredores, aparecendo nas sombras. Porque o hospital guarda um segredo, algo terrível que regressa do passado. Algo que não devia estar lá.

PUBLICO.PT

PUB

Votos dos Leitores

Média da votação dos leitores, num total de 112 votos (carregue na posição pretendida para votar)

Votos dos Críticos

Não existem votos dos nossos críticos.

Envie-nos a sua crítica

Para submeter o seu comentário tem que ter javascript activo no seu browser.

Pedimos que respeite os nossos Critérios de Publicação. Reservamo-nos o direito a não publicar quaisquer comentários inadequados ou ofensivos. O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados. Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.

Críticas dos nossos leitores

  • João Salvado

    Não entusiasma...

    Pois é, tal como o título diz, frágil é praticamente tudo neste filme, desde a interpretação da actr (continuar a ler)

  • David

    Poupe dinheiro...

    ...e espere que passe na televisão. Mas o ideal é mesmo não ver. E ela tão bonita como Ally McBeal.

  • Rita Almeida (http://cinerama.blogs.sapo.pt/)

    Frágil (como o título)

    O hospital de crianças de Mercy Falls, na Ilha de Wight (Reino Unido) está prestes a ser encerrado.  (continuar a ler)

  • Fernando Pinto

    Demasiado pobre

    Sem ofensa para quem gostou deste filme, mas sinceramente achei o filme demasiado pobre, com uma his (continuar a ler)

  • Luís Veiga

    Razoável

    É um bom filme sem ser espetacular. Provoca algumas sensações ao espectador mas podia ir muito mais  (continuar a ler)