Cinecartaz

A. Borges

Que coisa horrivel!

Um dos piores filmes que já alguma vez vi... Mel por todo lado, sentia-me lambusado de tal forma que já sufocava! Só Amor, Amor! Era tanto o Amor que já não podia ser levado a sério, a pior das sensações. Mas há coisas que quero registar: o típico restaurante português na cena em que Aurélia (Lúcia Moniz) é pedida em casamento mais parecia um restaurante italiano, bem como os beijos entre sogro e genro parecem tirados de um filme rodado na Sicília. Portugal continua a ser um recanto desconhecido da maioria e este tipo de publicidade a juntar às capas da revista "Time" não ajudam em nada. É um daqueles filmes que nos querem arrancar sorrisos e suspiros à força (mais os suspiros), que no meu caso deram lugar a um tédio quase insuportável.

Publicada a 15-11-2003 por A. Borges