Cinecartaz

Anónimo

Um Negócio

Quem é crente em Fátima, por favor evite este filme. Pôr a actriz brasileira Sónia Braga a fazer de Irmã Lúcia parece, no mínimo, uma provocação de muito mau gosto, mas pior ainda é a comprovação de que esta actriz não é crente, já fez vários abortos, dos quais não se arrepende, e defende a sua legalização. Quem é crente consegue levar um filme destes a sério? Não passa de mais um negócio, feito para ganhar dinheiro, uma farsa insultuosa para todos os crentes em Fátima. A evitar.

Publicada a 13-11-2021 por Anónimo