Cinecartaz

Juan Rossi

Boa película!!

Interessante quase reflexão deste longa sobre variada temática existencial de nós da Terra, ainda sob domínio de guerras, conquistas e destruições por aqui, e isto protocolando uma jornada quase psicótica do ator principal, Brad, até muitíssimo longe a se ver em seu próprio progenitor! Faz-nos pensar que o importante é o estar sempre aqui e agora como der, pois o que sobrevier apenas ocorrerá de alguma forma, queiramos ou não - mesmo até nos digladiando entre nós mesmos em nossa casinha azulada na imensidão sideral! Como dizia a personagem de Contacto, de Sagan, para que serviria então tanto espaço se não houvesse mais gente?

Publicada a 21-01-2020 por Juan Rossi