Cinecartaz

Raul Gomes

A guerra nem sempre tem culpados

E perante a destruição maciça do mundo, por vezes, somos obrigados a tomar atitudes que aos olhos de outros pode parecer traição, mas que afinal não é mais uma tentativa de o salvar.
E é esse sentimento que nos faz seguir em frente na nossa convicção, de que estaremos a fazer o correcto, mesmo que possamos estar a infringir regras que nos perseguirão toda uma vida.

Publicada a 20-05-2019 por Raul Gomes