Cinecartaz

Raul Gomes

Sobreviventes e perdidos

No emaranhado de emoções pós-guerra, abalados pelo stress pós-traumático, das vivências resultantes da mesma, vimos duas famílias que tinham tudo para se odiarem.
Apesar disso, vemos ligações de desespero, mas também amorosas, assim como de compreensão por tudo o que tinham vivido nos últimos anos.
Belíssima narrativa, boa montagem e melhor fotografia.
Desempenho notável de Keira Knightley, que impõe a sua presença impactante, pois basta-lhe um pequeno trejeito e olhar para mudar e subverter toda uma acção. Bem secundada por Jason Clarke, num das melhores actuações a que lhe tenho visto.
Alexander Skarsgard a "coqueluche" dos últimos meses, como que a pretender impor-se, não faz justo ao nome de família, pois mais uma vez fica aquém do valor dos seus familiares, com uma actuação banalissima.
Um filme a não perder, muito acima do que tem aparecido nos últimos meses..

Publicada a 22-04-2019 por Raul Gomes