Cinecartaz

Francisco Zuzarte

Blue eyes Dumbo!

Quando se fala em Tim Burton, vem-me sempre à ideia "Eduardo Mãos de Tesoura" e "Nightmare Before Christmas". Fazem parte de um mundo misterioso a que ele nos habituou e que de alguma forma esperava encontrar um toque desse mistério em "Dumbo".
Um pouco repito. Porque sendo um filme dedicado a um escalão etário mais jovem, não nos podia presentear com a loucura excêntrica de um "BeetleJuice" ou "Marte Ataca".
Penso no entanto, e não sei que condicionalismos lhe terão sido  impostos pela Disney, que este "Dumbo" sabe a pouco vindo de quem vem. A história já de si simples, torna-se numa caça às bruxas, leia-se ao elefante que voa, que parece ter sido feita aos cortes e depois colada a correr para dar 122 minutos.
Depois há pequenos pormenores de escala, aos quais se estivermos atentos, falham, o que nos tempos que correm não é aceitável.
É apenas um filme ver em família, sobretudo na versão original, já que a versão dobrada em português, com o respeito por quem a fez, soa a falso, tal como o filme.

Publicada a 05-04-2019 por Francisco Zuzarte