Cinecartaz

José Miguel Costa

4 estrelas

O filme "Mug - A Face", da polaca Malgorzata Szumowska, é um drama impregnado de um peculiar humor negro que se revela como uma feroz sátira à sociedade conservadora do seu país natal minada por preconceitos (sobretudo raciais), dogmas ultra-católicos e hipocrisias politicas e morais (dialeticamente interligadas).

A narrativa, inicialmente "observacional" mas que vai gradualmente ingressando numa linguagem caricatural, tem por base a história de um popular jovem rebelde de uma zona rural que após sofrer um acidente de trabalho que o deixa desfigurado, e implica um transplante facial - transformando-o numa celebridade nacional -, se vê confrontado com um crescente ostracismo por parte daqueles que lhe eram próximos. Apesar desta "prender" e ser dotada exuberantes "momentos soltos", acaba por perder algum do seu potencial impacto devido à sua ânsia de criticar virulentamente "tudo e mais um par de botas", sem a necessária profundidade no que concerne a algumas das temáticas abrangidas (consequência da constante "deambulação").

No entanto, tal "handicap" não é suficiente para retirar mérito à película, nomeadamente, por o mesmo ser sobejamente compensado através de uma metafórica técnica de filmagem, que basicamente consiste em focar o ponto central das cenas enquanto o entorno está embaçado (conferindo-lhe uma profundidade de campo muito estreita), transmitindo, deste modo, a mensagem de "miopia social" generalizada que graza (e alastra) naquele imenso território do leste da Europa.

Publicada a 22-04-2019 por José Miguel Costa