Cinecartaz

Raul Gomes

Esteticamente perfeito e belo

Moralista e reacionario q.b., Eastwood deixa mais um legado de como se interpreta e realiza um grande filme. A sua presença é a segurança do filme, mas sinto que falta alguma chama, para se tornar um filme marcante. De realçar a crónica de Luís Miguel Oliveira, das melhores que tenho lido. De todo modo, um filme a não perder, pois já não serão muitas as hipóteses, e há que saber aproveitar e melhor saborear.

Publicada a 02-02-2019 por Raul Gomes