Cinecartaz

Joao Luz

Banal

Uma história sem história, a preto e branco, sobre o quotidiano de um casal burguês com quatro crianças, contrastada com o das duas empregadas domésticas internas.
A dona e casa e uma das empregadas têm em comum a circunstância de terem de reorganizar as vidas após serem preteridas no amor.
O filme ainda assim tem inquestionavelmente momentos magistrais.

Publicada a 09-01-2019 por Joao Luz