Cinecartaz

Ramiro Esteves Ferreira

La La treta!

Filme que tenta recrear uma chamada época dourada do cinema. Início assustador com uma foleirada musical num engarrafamento automóvel.
E penso: que estou aqui a fazer? Detesto musicais. Estava na esperança que a parte de musical fosse residual, grande engano! Uma quantidade tão grande de clichés e lugares comuns que, para mim, chega ao ponto de enjoo.
A certa altura aparece música dos anos oitenta - o querer agradar a um leque alargado de espetadores, a mim não me agradou.
O Ryan Gosling canta mal, a Emma Stone mostra algum talento, a cantar e não só...
Além das partes musicais o filme é uma profunda "seca" com os protagonistas constantemente a invocarem os ícones que tentam imitar, sem o conseguirem e a criticar o sistema que representam, num retalho de cenas já vistas vezes sem conta e sem um fio condutor sólido.

Publicada a 27-02-2017 por Ramiro Esteves Ferreira