Cinecartaz

Ana Cristina Reis

4 estrelas

O filme se passa num único ambiente e surpreende no bom uso do 3D, tirando a monotonia. Através do processo criativo de um escritor, dialoga sobre o feminino, o masculino, o feminismo, o machismo, com sutileza e densidade. Acerta nas músicas.

Publicada a 03-04-2017 por Ana Cristina Reis