Cinecartaz

Fernando Oliveira

Orgulho e preconceito e zombies

Inscrever na história contada em “Orgulho e preconceito” de Jane Austen uma guerra entre humanos e zombies é tão delirante quanto divertido. Ainda mais quando esta brincadeira consegue mostrar os estremecimentos que esta situação limite causa nas normas sociais da Inglaterra do século XIX: mostrar mulheres guerreiras preocupadas em arranjar um marido rico e socialmente válido transmite um efeito de irrisão que consegue fazer-nos ultrapassar a constatação que em termos de Cinema, o filme esgota-se neste artifício. Se a isso juntarmos a exuberante carnalidade de Lily James, é um filme a que não conseguimos ficar indiferentes.
Muito giro, e bloody lovely.
(em "oceuoinfernoeodesejo.blogspot.pt")

Publicada a 29-01-2021 por Fernando Oliveira